menu
Topo

Moda

7 dicas para se vestir melhor de maneira prática e gastando pouco

Julia Guglielmetti

Colaboração para Universa

18/07/2018 04h00

Para levantar o visual e melhorar o estilo, não é preciso um banho de loja nem, muito menos, gastar rios de dinheiro com roupas caríssimas.

Com sete dicas simples e práticas, é possível renovar a aparência sem muito esforço. A seguir, veja como.

Veja também

Vista o seu tamanho... mesmo!

Não importa como é seu estilo nem quanto você pagou por suas roupas. Para um visual elegante, é importante usar peças que sejam do seu tamanho real.

“As extremamente apertadas acabam marcando o que não devem e, às vezes, podem passar a impressão de vulgaridade”, comenta a consultora de moda Rita Heroína. Roupas muito grandes também podem parecer “desajeitadas”. Por isso, ela recomenda: “Encontre uma boa costureira para fazer ajustes”.

Apesar do volume e da fenda profunda, o vestido usado pela apresentadora Sabrina Sato não é nem apertado nem largo demais. O equilíbrio combinou a elegância e a sensualidade na dose certa.

Priorize peças em boas condições (ou dê um jeito nas velhinhas!)

“Para estar bem-vestida, é preciso estar atenta ao estado da roupa. Cores desbotadas, furos, bolinhas e outros desgastes podem detonar o visual”, conta Rita. Se a peça for muito querida, dá para tentar dar uma sobrevida com tingimentos, remendos bem feitos e um bom “papa bolinhas”. Mas se não tiver mais jeito, o melhor é desapegar e se desfazer da peça.

Peças básicas e curingas, como as de Sophia Abrahão, são mais fáceis de cuidar e, se preciso, de substituir.

Opte por roupas de boa qualidade

A qualidade da roupa afeta diretamente o visual. Uma peça bem cortada, com um tecido natural e bom acabamento ajuda a deixar qualquer look mais chique. Nem sempre uma roupa baratinha, que você mal vai usar e já vai estragar, vale a pena. Principalmente quando se trata de peças-curinga atemporais, que não saem de moda. Vamos refazer as contas?

A consultora de moda Anna Barros explica: “É preciso calcular o custo por uso da peça. Se você compra uma calça por um preço baixo, mas a veste somente uma vez por mês e, em um ano, ela já vai ter se desgastado, você deve dividir o preço desta calça por doze para obter seu valor por uso. Muitas vezes, a compra não é tão vantajosa quanto investir um pouco mais em uma peça que você vai aproveitar por mais tempo.”

Uma camisa branca e uma pantalona, como as usadas por Gisele Bündchen, podem durar a vida toda!

Compre em brechós 

Se você não pode investir em longo prazo para comprar peças duráveis, uma excelente alternativa é comprar em brechós.

“Brechós vendem peças de qualidade que já foram usadas e, por isso, têm preços mais em conta. Outra dica é comprar roupas atemporais em liquidações de boas marcas. Blazers, calças, vestidos e camisas básicas são peças que você pode usar pra sempre”, recomenda Anna.

O look anos 90 de Charlie XCX está em alta e é facilmente encontrado em brechós. A blusinha branca, a calça e a jaqueta jeans são básicos e fáceis de combinar com outras peças.

Acessórios ajudam a dar um “tchan”

Agora que aprendemos a investir em roupas de qualidade, que vamos usar mais vezes e por mais tempo, também precisamos entender como variar o visual dessas peças-curinga. A resposta está em uma palavra: acessórios!

“Sempre vale apostar em acessórios que a gente já tem em casa e muitas vezes não usa. Óculos de sol, lenços e relógios são ótimos aliados para levantar o visual de maneira rápida”, comenta Rita. “Com os acessórios certos, podemos imprimir diferentes estilos com uma mesma roupa”, complementa Anna.

A camisa branca de Fernanda Paes Leme ganhou outra cara com a sandália e a pochete.

Planejar o look faz toda a diferença

“Separar a roupa no dia anterior ajuda na nossa criatividade para aprontar looks mais bacanas e elaborados”, diz Rita. Ou você acha que Marina Ruy Barbosa consegue montar um visual desses com sono e pressa pela manhã?

Se conhecer é o melhor que você pode fazer pelo seu estilo

Conhecer a você mesma é caminho principal do sucesso para sempre se vestir bem. “Você precisa saber quais são suas características físicas, como é sua silhueta e seu estilo, quais cores mais combinam com você e como é o seu cotidiano. O autoconhecimento vai lhe ajudar a fazer escolhas certas e que combinem totalmente com quem você é”, afirma Anna.

A modelo Ashley Graham sabe exatamente o que cai bem em suas curvas, quais cores valorizam seu visual e a imagem que quer passar. O resultado? Um look lindo e confiante.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!