menu
Topo

Universa

Amanda Seyfried passou a dizer "não" para cenas de sexo após se tornar mãe

da Universa, em São Paulo

13/07/2018 16h02

Hoje mãe de uma menina de 1 ano e 4 meses, Amanda Seyfried consegue dar as cartas dentro dos sets. Para a atriz, a chegada da filha foi transformadora.

"Eu me sinto mais empoderada [desde o nascimento dela]", explicou a atriz à revista "PorterEdit" nesta sexta-feira (13). 

Veja também

Durante a entrevista, a estrela de "Lovelace" contou que hoje se sente capaz de impor limites para as demandas de Hollywood e se retirar de situações em que se sinta objetificada.

Ela exemplificou alguma das propostas que se sente confiante agora para recusar. "Digo: 'Não, não posso fazer esta turnê de divulgação porque estou passando tempo com a minha menina' ou 'Você quer que eu tire a blusa para aquela cena? Que tal abrirmos mão de vez daquela cena de sexo?'. 

Amanda ainda revelou que pretende ter mais três ou quatro filhos com o marido, Thomas Sadoski, com quem se casou em março de 2017, quando estava grávida de nove meses. Esta decisão, aliás, também foi impulsionada pela maternidade.

"Eu queria muito estar de aliança no hospital. E se algo de errado acontecesse [comigo] e ele não fosse meu marido legalmente?", questionou antes de dizer que a relação dos dois é "maravilhosa". 

Mais Universa