menu
Topo

Direitos da mulher

Irlanda terá referendo para tirar "mulher é útil em casa" da constituição

Reuters
Por meio de plebiscito, Irlanda derruba emenda que proibía aborto. O país era o considerado um dos mais rigídos no país sobre a questão Imagem: Reuters

Da Universa

06/07/2018 10h58

Após a revogação da lei que proibia o aborto, a Irlanda caminha para mais um passo na modernização de suas leis.

O governo local anunciou que fará um referendo para debater a retirada de uma cláusula da constituição que “reconhece que por sua vida dentro de casa, a mulher dá ao estado um apoio sem o qual o bem comum não seria alcançado”.

Veja também

O ministro da Justiça, Charlie Flanagan, declara que o artigo – formulado em 1937 – não tem lugar na constituição ao contrariar a meta de garantir igualdade de gêneros ao assegurar que elas tenham a escolha do que fazer com suas vidas.

O referendo vai acontecer em novembro, no mesmo dia das eleições presidenciais do país.