menu
Topo

Diversidade

Alguns ativistas querem mudar a sigla LGBTQ+ para LGBTQQICAPF2K+; entenda

iStock
Proposta não agradou parte da comunidade LGBT Imagem: iStock

Da Universa

29/06/2018 11h32

Há quem reclame que a sigla LGBTQ+ (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e queers), adotada há alguns anos para substituir a "LGBT" tem muitas letras. Mas alguns ativistas querem deixar a legenda ainda maior (e mais inclusiva). 

De acordo com o site britânico "The Gay UK", usuários de um fórum LGBT na rede social Quora acreditam que a nova sigla deve ser LGBTQQICAPF2K+. 

Veja também: 

Vamos ao significado da enorme legenda: Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais, Queers, Questionadores, Intersexuais, Curiosos, Assexuais/agêneros, Pansexuais/polissexuais, Familiares e amigos, 2 "two spirit" (gêneros não-ocidentais), Kink (formas de excitação não-heterossexual) e mais. 

A sugestão de mudança não agradou boa parte da comunidade LGBT, que acredita que uma sigla de 14 letras, números e símbolos ao invés de ser inclusiva, pode afastar pessoas do movimento. 

Além disso, membros da comunidade LGBT usaram as redes sociais para se manifestar especialmente contra a inclusão do K (kink).

"Podem me chamar de 'careta', mas eu não acredito que fetiches devem pertencer à mesma sigla gênero e sexualidade", escreveu a usuária do Quora, Sarah Preston

"Apenas não. 'Kink' não é orientação sexual e nem identidade de gênero. Pessoas com fetiches não-heterossexuais não enfrentam discriminação estrutural ou sistemática", disse a usuária do Twitter Claire Shrugged.