Topo

Diversidade

"Disseram que uma negra não poderia ser atriz", diz Ruth de Souza, aos 97

Gianne Carvalho/Folha Imagem
Ruth de Souza, primeira negra a atuar no teatro no Brasil Imagem: Gianne Carvalho/Folha Imagem

Da Universa

27/06/2018 17h24

Se em pleno 2018 atrizes negras continuam sofrendo racismo escancarado, imagine há mais de 70 anos, quando Ruth de Souza decidiu seguir a carreira. 

Nesta quarta-feira (27), em entrevista ao programa "Persona em Foco", da TV Cultura, a atriz de 97 anos – 72 deles na televisão – falou sobre o preconceito que enfrentou nos primeiros anos de atuação. 

Veja também: 

“Disseram que eu não podia ser atriz porque sou negra. Todo mundo dizia que eu não [daria certo, que não tinha atriz preta. E eu, menina, não entendia muito bem e dizia: ‘Eu não sou preta, sou marrom’”, lembrou a atriz.

Neste ano, ela voltou à televisão fazendo uma participação especial no primeiro episódio da última temporada de "Mister Brau", na Globo, depois de oito anos longe das telinhas. 

Ruth de Souza começou a carreira artística em 1945, no teatro e nas radionovelas. Em 1969, foi a primeira atriz negra a protagonizar uma novela na história da televisão brasileira, como Cloé, em "A Cabana do Pai Tomás", também uma produção global. 

Nos anos 2000, participou de novelas de sucesso na mesma emissora, como "O Clone" (2001) e "Senhora do Destino" (2004). 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!