Topo

Relacionamentos

Será que seu crush virtual mente? Veja alguns sinais e saiba como agir

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Léo Marques

Colaboração para Universa

23/06/2018 04h00

Sites e aplicativos de namoro estão em alta há anos e, embora ofereçam inúmeros perfis de pessoas interessantes, também reúnem muitos mentirosos. As desculpas variam das mais inofensivas, como adicionar uns centímetros à altura, às mais sacanas, como deixar de mencionar que é casado.

Marina Simas, psicóloga especializada em relacionamentos e parceira do Match Group LatAm, detentor de sites e apps de relacionamento, como ParPerfeito, Tinder e Match.com, revelou à Universa algumas dicas sobre como identificar mentiras e agir para não se desiludir ou cair em ciladas.

Veja também

Não acredite em tudo o que vê

Em 2017, o aplicativo de namoro ParPerfeito realizou uma pesquisa para saber dos solteiros quem já contou aquela mentirinha para o pretendente. E o resultado deu que, entre as mulheres, 38% confessaram já ter contado alguma lorota. Homens, 37%.

A mentira mais comum é sobre a região onde se mora e a mais grave é falar que não está comprometido. Para ela e outra especialista em namoros virtuais, Melani Robinson, que também é autora do livro “1 Year of Online Dating at 50” (em português “1 Ano de Namoro Online aos 50”), outros indícios, mas não provas, de possíveis farsas e desculpas esfarrapadas incluem:

  • Desconfie de histórias mirabolantes, com muitos detalhes e que parecem prontas
  • Fique de olho em fotos publicadas com datas antigas, tiradas à distância ou pouco nítidas
  • Estranhe se a pessoa desmarca encontros com frequência ou de última hora
  • Veja se a altura informada ou outros detalhes correspondem com o que se vê nas fotos
  • Desconfie de pessoas que somem com frequência
  • Cheque para saber se há informações conflitantes com as de outras redes sociais, como Facebook e LinkedIn
  • Fique com o pé atrás com frases do tipo: “Não vi sua ligação”, “Acabou a bateria do meu celular”, “Ela é só uma amiga”

O que está por trás das mentiras?

Diversos fatores, como querer impressionar e manipular o outro ou tirar o foco de um problema pessoal, como insatisfação ou baixa autoestima, por exemplo, podem levar alguém a mentir sobre sua identidade, profissão, tipo físico, idade e estado civil.

“Existem pessoas que têm como esporte preferido ser o que não são. Às vezes, mentem para fantasiar o que gostariam de ser, como Don Juan”, alerta Marina. Para não cair numa encrenca, se frustrar ou perder a confiança, a dica é controlar a ansiedade e a carência. Além disso, avalie com cuidado as conversas do outro.

Os inofensivos

Existem pessoas que não mentem por maldade, apenas não levam a paquera virtual tão a sério e, além de aceitarem o posicionamento dos que contam mentiras, agem igual com o objetivo, muitas vezes, de mostrar que são “difíceis” e manter joguinhos de sedução.

“Na dúvida, tente conversar com a pessoa por telefone, video ou pessoalmente”, recomenda Marina.

Nunca divida sua vida logo de cara

Tente conhecer bem o contato virtual antes de compartilhar dados pessoais e encontrá-lo pessoalmente. “Procure saber mais sobre os costumes, hábitos, gostos e lugares que a pessoa frequenta. Essas informações podem dizer muito sobre o outro”, diz Marina.

Evite também levar alguém para casa sem conhecer, ainda mais se antes disso alguma mentira foi descoberta. Se for marcar um encontro, escolha um lugar neutro e com pessoas por perto.

“Marcar em um café é o ideal, porque, assim, se o clima estiver ruim, você pode dar uma desculpa e sair em 15 minutos, mas, se o papo estiver bom, vocês podem ficar por horas ali ou então aproveitar e emendar um cinema ou um jantar”, explica Marina.

Se preferir, como medida de segurança extra, deixe pessoas de seu círculo cientes de onde você está indo e com quem vai se encontrar. 

Relevar ou pular fora?

A mentira foi confessada pelo crush ou descoberta por você? Reflita sobre a situação de acordo com as suas convicções.

Para quem aprendeu desde criança a ser honesto e costuma levar o papo nas redes sociais a sério é mais difícil. Se for uma mentirinha boba, não algo relacionado aos princípios da pessoa, a especialista propõe dar outra chance.

Porém, se a mentira for interpretada como pesada a ponto de desestabilizar o seu emocional, se afaste. Confrontar ou desmascarar o pretendente pode não ser o melhor a se fazer, ainda mais se a mentira ocorrer em função da pessoa se sentir insegura ou desqualificada.

“Isso é muito diferente de quando você se depara com aquelas pessoas que são mentirosas o tempo todo”, esclarece Marina, que aconselha, em último caso, entrar em contato com órgãos cabíveis caso a situação seja grave e ofereça riscos à sua integridade.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!