menu
Topo

Pausa

Pare, respire e olhe o mundo ao redor

Fim do mistério: Irmã de Neymar vestia camisa amarela por baixo de moletom

Reprodução/Instagram
Bruna Marquezine e Rafaella Santos na escadaria da Zenit Arena, em São Petersburgo Imagem: Reprodução/Instagram

da Universa, em São Paulo

23/06/2018 09h59

Para aqueles que acreditam na "maldição de Mick Jagger", o mistério da vitória do Brasil sobre a Costa Rica na partida desta sexta (22) pela Copa do Mundo está resolvido. 

Rafaella Santos, a irmã de Neymar que corajosamente acompanhou o jogo vestindo um moletom dos Rolling Stones, tinha, na verdade, uma camisa amarela que muito parece a da Seleção Brasileira por baixo da peça.

Veja também

A revelação foi feita pela mãe do jogador, que compartilhou uma imagem da filha e de Bruna Marquezine, namorada do camisa 10, na saída do estádio em São Petersburgo.

Rafaella havia sido vista na chegada apenas com a peça escura, o que desafiava a superstição que envolve a banda e jogos de futebol.

Reprodução
Rafaella, irmã de Neymar, escolheu um moletom da banda para assistir ao jogo do Brasil Imagem: Reprodução

Para quem não se lembra, qualquer iconografia relacionada à banda virou sinal de azar depois que o vocalista, Mick Jagger, foi visto torcendo para todos os times que perderam desde as oitavas de final da Copa de 2010.

Na Copa do Brasil, em 2014, o pé frio de Mick atacou outra vez durante o inesquecível 7 a 1 entre Alemanha e Brasil na semifinal da disputa. Mesmo sem ostentar nenhum adereço verde-amarelo, o cantor havia dito que torceria pelo Brasil e apareceu no Mineirão com o filho Lucas, fruto de seu relacionamento com a apresentadora Luciana Gimenez.

Ao jornal britânico "The Sun", Mick disse na época que até podia ser culpado pelo primeiro gol que a Seleção canarinha levou, mas não se responsabilizava pelos outros seis.

Será que Rafaella tirou o moletom no meio do jogo e cancelou a maldição?

Resultado parcial

Total de 48 votos
52,08%
47,92%
Total de 48 votos

Mais Pausa