menu
Topo

Diversidade

Valentina Sampaio: "Somos transgêneros, mas antes disso somos humanos"

Giovanni Gastel/Vanity Fair
Valentina Sampaio Imagem: Giovanni Gastel/Vanity Fair

Da Universa

19/06/2018 19h21

Na última segunda-feira (18), a Organização Mundial da Saúde anunciou que a transexualidade foi retirada da lista de doenças e transtornos mentais, uma grande vitória para a comunidade LGTBQ.

Aproveitando a decisão, a Universa bateu um bate-papo exclusivo com Valentina Sampaio, primeira modelo trans a estampar capas das edições francesa e brasileira da "Vogue".

“O fato de a transexualidade ter integrado a lista de doenças causava constrangimento e uma enorme gama de problemas sociais. É importante sermos retiradas dessa classificação vergonhosa, mas não podemos negar que é algo tardio. Por mais que seja uma vitória, vivemos à mercê de migalhas”, declarou.

Veja também 

“É uma condição natural. Ninguém deve ser penalizado e nem exaltado por isso. Somos transgêneros, mas antes disso somos humanos, como todos. No final das contas, o que poderá cortar o preconceito pela raiz é somente a informação e o respeito ao próximo”, concluiu.

Filha de um pescador e de uma professora, Valentina é um dos grandes destaques da revista "Vanity  Fair" italiana de junho, em um ensaio deslumbrante, sob as lentes do fotógrafo Giovanni Gastel, com beleza de Stefano  Gatti e Silvia  Dell'Orte.

À "Vanity Fair", a cearense falou brevemente sobre o namoro com um italiano e comentou sobre o uso de joias no seu dia a dia, algo que ao contrário do ensaio, em que ela aparece repleta delas, ela não inclui em seu visual rotineiro. “Prefiro colares e braceletes discretos”, comentou.

Veja o ensaio completo de Valentina para a "Vanity Fair":