menu
Topo

Diversidade

Casal lésbico é expulso por motorista de carro da Uber após se beijar

Instagram
Alex Lovine e Emma Pichl Imagem: Instagram

Da Universa

11/06/2018 20h48

No último sábado (9), Alex Lovine e a namorada, Emma Pichl, estavam em um carro da Uber enquanto faziam a viagem de um restaurante para o outro, em Nova York, para comemorar o aniversário de duas amigas. No meio da viagem, elas resolveram dar um beijo rápido e a próxima coisa que se lembram é de serem expulsas do automóvel.

Em entrevista ao BuzzFeed, Alex contou que tanto ela como a namorada estavam sentadas ao lado da janela, na parte de trás do carro, quando deram um selinho no meio do passeio.

Veja também

“Alguns minutos depois disso, o motorista parou e disse: ‘você não pode fazer isso’. No começo, minha namorada achou que ele estava brincando e começou a rir, mas ele logo deixou claro que estava falando sério”, contou ela.

Segundo ela, o motorista passou a dizer como “era ilegal” elas se beijarem, alegando ser algo “desrespeitoso”.

Após o ocorrido, Alex prestou uma queixa à Uber e à Comissão de Direitos Humanos de Nova York. Um porta-voz da Uber disse ao BuzzFeed News que recebeu reclamações tanto da passageira quanto do motorista envolvido. A empresa disse que não poderiam especificar o que o motorista reclamou por "razões de privacidade".

“A Uber não tolera qualquer forma de discriminação, e nós contatamos o piloto em relação à sua experiência. Estamos investigando e tomaremos as medidas apropriadas ", disseram.

Vale lembrar que, há duas semanas, o perfil oficial da Uber nas redes sociais afirmou que a empresa está "orgulhosa de estar ao lado da comunidade LGBTQ +" no Mês do Orgulho LGBT de 2018.

“Sinceramente, eu só compartilhei essa história para que exista algum tipo de consciência sobre o assunto e, para a Uber, espero esclarecer que isso não é bom para eles e espero uma atitude para impedir que futuros motoristas tenham o mesmo comportamento”, concluiu.