menu
Topo

Pausa

Pare, respire e olhe o mundo ao redor

Veja 8 dos triângulos amorosos mais quentes da história

Getty Images
Pattie Boyd foi casada com George Harrison e, depois, com Eric Clapton Imagem: Getty Images

Heloísa Noronha

Colaboração para Universa

04/06/2018 04h00

Na teoria, o ideal é que para começar um novo relacionamento amoroso primeiro é preciso romper com o atual. Na prática, obviamente, as coisas não funcionam bem assim. Às vezes acontece de as pessoas se relacionarem com mais de um par ao mesmo tempo, com ou não conhecimento de todos os envolvidos, como mostram as histórias a seguir.

1. George Harrison X Pattie  Boyd X Eric Clapton

Fotógrafa e modelo-ícone dos anos 1960, Pattie  Boy d entrou para a história do rock como a musa que virou a cabeça de dois amigos. Ela foi casada durante mais de dez anos com George Harrison (1943-2001), mas, durante um momento de crise na relação (com direito a várias infidelidades por parte do ex-Beatle), acabou viveu um romance tórrido com Eric Clapton. George e Pattie se separaram em 1977 e, dois anos depois, ela se casou com Clapton. O relacionamento não deu certo por causa dos vícios do artista. Esse triângulo amoroso rendeu várias canções famosas, como “Layla”, de Clapton, e "Something", dos Beatles.

Veja também

2. Simone de Beauvoir X Jean-Paul Sartre X Olga Kosakiewicz

Reprodução
Simone de Beauvoir e Sartre Imagem: Reprodução

"A Convidada" é o título do romance de estreia da célebre escritora francesa (1908-1986). Lançado em 1943, trata-se de uma versão ficcional da relação que Simone e o filósofo (1905-1980) mantiveram com Olga (1915-1983), aluna dela que despertou o interesse amoroso de ambos. O casamento de Simone e Sartre, vale destacar, era aberto e foi pontuado por vários trios amorosos.

3. Mick Jagger X Marianne Faithfull X Keith Richards

Doreen Spooner
Marianne Faithfull Imagem: Doreen Spooner

Nos loucos anos 1960, em que experimentar tudo e todos era a ordem do dia, a cantora e atriz Marianne Faithfull ficou famosos após conhecer os Rolling Stones e ter se envolvido com Brian Jones, Keith Richards e Mick Jagger --com esses dois últimos, praticamente ao mesmo tempo. O romance com Jagger foi tumultuado, mas serviu de inspiração para músicas famosas da banda como “Wild Horses” e “Can’t Always Get What You Want”.

4. Mick Jagger X Angie Bowie X David Bowie

Terry O'Neill
David e Angie Bowie Imagem: Terry O'Neill

Durante anos a indústria musical alimentou o boato de que Jagger e Bowie eram muito mais do que bons amigos nos anos 1970 --e que a mulher de David (1947-2016) na época, Angie, havia flagrado os dois juntos na cama. Ao jornal britânico "The Sun", muitos anos depois, ela comentou que a relação era mais uma "pegação de bêbados" do que um caso amoroso, de fato. Embora Angie e David tenham dado várias entrevistas confirmando sua bissexualidade, a história real nunca veio à tona. Mas a canção "Angie" ficou memorável.

5. Tilda Swinton X Sandro Kopp X John Byrne

Getty Images
Tilda Swinton Imagem: Getty Images

A atriz escocesa viveu um relacionamento aberto com o marido, John, por quase vinte anos, do qual nasceram filhos gêmeos. Durante esse período, Tilda manteve um romance mais sólido com o pintor alemão Sandro Kopp. Os três chegaram a passar férias em família juntos, mas após um tempo Bryne passou a negar o casamento aberto à imprensa. Após se separar de Bryne, Tilda decidiu morar com Kopp, com quem vive até hoje.

6. William Moulton Marston X Elizabeth Marston X Olive Byrne

Professor de psicologia, Marston (1893-1947) foi o inventor da Mulher Maravilha e começou a escrever suas primeiras aventuras em 1941. O que pouca gente sabe é que a heroína empoderada foi inspirada em dois vértices do triângulo amoroso composto pelo criador: Elizabeth Marston (1893-1993), com quem era casado, e Olive Byrne (1904-1990), sua amante. Eles viviam juntos em perfeita harmonia. Tudo teve início em 1925, quando Marston e a mulher trabalhavam na invenção de um detector de mentiras e contrataram a assistente Olive, aluna dele, para ajudar nas pesquisas. Dono de um espírito livre e bem arrojado para a época, o casal se encantou pela jovem. O estilo de vida do trio, porém, desagradou vizinhos e colegas. A história dessa relação a três é contada no filme "Professor Marston e as Mulheres-Maravilhas", dirigido pela cineasta feminista Angela Robinson, uma das produtoras do seriado "L Word".

7. Príncipe Charles X Camilla Parker-Bowles X Lady Di

Getty Images
Imagem: Getty Images

Antes mesmo de se casar com Diana Spencer (1961-1997), Charles já era apaixonado por Camilla --a relação só não foi adiante porque a família real não considerava a candidata a nora apropriada para ele. Charles e Diana se uniram e tiveram o casamento público mais infeliz da história. Não demorou muito para que Charles e Camilla retomassem o caso, público e notório no Reino Unido. O processo do divórcio foi finalizado em 1996. Charles e Camilla finalmente ficaram juntos em 2005.

8. Meg Ryan X Dennis Quaid X Russell Crowe

Getty Images
Russell Crowe Imagem: Getty Images

Durante os anos 1990, Meg e Dennis foram a personificação do casal perfeito de Hollywood. Eis que, um belo dia, vem à tona o fato de que a atriz teve um relacionamento com Russell enquanto ainda estava com o marido. Apesar da curta duração, o triângulo levou à separação. À imprensa que a criticou, Meg fez questão de anunciar que Dennis estava bem longe da imagem do marido maravilhoso e fiel.

Mais Pausa