Mães e filhos

Conheça o "hypnobirthing", método badalado que promete um parto sem dor

Natacha Cortêz

Da Universa

04/06/2018 04h00

Assim que Kate Middleton, disposta e perfeitamente equilibrada sobre um par de escarpins salto agulha, deixou a maternidade após o parto de seu terceiro filho, as especulações começaram. O que faz essa mulher para estar em sua melhor forma poucas horas depois de um exaustivo trabalho de parto? 

Getty Images
O dia em que Kate Middleton deixou a maternidade, horas depois do parto do seu terceiro filho Imagem: Getty Images

Bem, para começo de conversa, é provável que o trabalho não tenha sido dos mais exaustivos. Além de optar pelo parto normal humanizado - o que significa que à mãe é oferecido todo apoio e protagonismo -, a Duquesa de Cambridge, sem confirmação oficial, teria usado um método de hipnose guiada no nascimento do novo bebê real. Hypnobirthing (pronuncia-se ripnobârfing) é o nome da técnica, também considerada "uma espécie de filosofia". 

Veja também

“Hypnobirthing serve para a preparação, e ainda para o parto em si. É baseada na premissa de que o corpo da mulher foi concebido para parir e que ela tem o poder natural de realizar isso”, quem diz isso é Lucia DeJu, fisioterapeuta, doula e instrutora de hypnobirthing em São Paulo. Brasileira, Lucia foi aos Estados Unidos passar pela formação da técnica mais tradicional de parto sob hipnose, a Mongan, desenvolvida pela norte-americana Marie Mongan há 28 anos.

A ansiedade, a tensão e o medo podem afetar de forma significativa e adversa todo o processo de nascimento. “Com a hipnose, podemos ajudar as mulheres a trazer ao mundo bebês de uma forma mais  tranquila, amorosa e livre de dor e medo”, garante Lúcia. Isso mesmo que você acabou de ler: “livre de dor”. Qualquer mulher que já passou pela experiência de um parto sabe que essa é uma promessa no mínimo ousada.

Arquivo pessoal
A enfermeira obstetra Cinthia passou por três partos - no último, retratado na foto acima, usou o método hypnobirthing Imagem: Arquivo pessoal

A enfermeira obstetra Cinthia Calsinski, de 38 anos, também pensava assim, até que se aventurou a usar o hypnobirtinhg no nascimento de seu terceiro bebê, em um parto natural e em casa. “É impressionante como o método funcionou comigo. Tive ausência total de desconforto e dor, então, nem se fala. Zero dor. Tudo que senti foi uma única contração minutos antes do nascimento de Carolina”, conta. Os dois partos anteriores de Cinthia foram uma cesária e um parto normal em hospital, respectivamente. “Vivi três experiências, uma completamente diferente da outra e seguramente posso dizer que o parto sob hipnose é a mais confortável delas. Passei o trabalho de parto todo de fone de ouvido e de olhos fechados.”

Parto sob hipnose significa que a gestante será hipnotizada, literalmente?

Não é bem assim. O método utiliza a hipnose, mas não do modo como se imagina. Na verdade, estamos falando de meditações guiadas, que devem, inclusive começar a serem praticadas diariamente, meses antes do parto. “Tipo os exercícios de mindfulness, que incitam um estado de atenção pela”, explica Lúcia. No mais, o hypnobirthing opera sob o conceito de que os músculos sob tensão criam a experiência de dor; já os músculos que estão em um estado relaxado, não.

Parto sob hipnose significa estar ausente?

Pelo contrário. A técnica consiste em tirar o foco da dor e colocá-lo no relaxamento e na naturalidade da experiência de parir. A gestante fica em estado de extrema presença.

Passei o trabalho de parto todo de fone de ouvido e de olhos fechados.

Arquivo pessoal
Cinthia conta que teve "zero dor" no parto em que usou o hypnobirthing Imagem: Arquivo pessoal

Qualquer mulher pode usar o método?

Sim. E mesmo que não alcance (inclusive até porque não almeja) um parto natural. É possível diminuir os possíveis efeitos colaterais de uma intervenção ou anestesia por exemplo, e até mesmo acelerar a recuperação pós-cirúrgica. De qualquer forma, assim que você optar pelo uso do hypnobirthing no seu parto, avise seu médico e doula, se for o caso, com antecedência. É importante que eles saibam das suas escolhas para que possam ajudar que sejam cumpridas. 

Quanto custa ter um parto com hypnobirthing?

É preciso fazer um curso, de 12 horas, para poder aplicar o método no próprio parto. No Brasil, Lúcia, a instrutora citada neste texto, é a única profissional habilitada para aplicar a aula, que custa R$ 1.300,00, para a mulher e um acompanhante, e pode ser feita pessoalmente ou por Skype. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Estadão Conteúdo
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
AFP
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
BBC
Da Universa
Estadão Conteúdo
Da Universa
Topo