Universa

Nicole Kidman fala sobre aborto espontâneo que sofreu há quase 30 anos

Getty Images
Atriz de 50 anos é mãe de quatro Imagem: Getty Images

Da Universa

01/06/2018 13h02

Quase trinta anos depois de sofrer dois abortos espontâneos, Nicole Kidman se sentiu à vontade para falar sobre a "longa e difícil jornada" que enfrentou até chegar à maternidade, ao lado do então marido Tom Cruise. 

Em entrevista à revista britânica "Tatler", a protagonista de "Big Little Lies" lembrou que sofreu de uma gravidez ectópica – quando um óvulo fertilizado é implantado fora do útero – e defendeu que o tema deve ser tratado com mais frequência, uma vez que gera uma "dor massiva" para muitas mulheres. 

Veja também: 

"[Uma gravidez de risco] é um anseio enorme e doloroso. E a perda! A perda de um aborto não é falada o suficiente", desabafou. 

Pouco depois do trauma, que aconteceu no final dos anos 1990, quando o casamento com Tom Cruise já estava o fim, o casal adotou duas crianças: Isabella Jane e Connor Anthony, que hoje têm 26 e 23 anos, respectivamente. 

"[Essa história] me trouxe muita dor e muita alegria, por outro lado", disse Kidman, sobre a decisão de parar de tentar engravidar e fazer a adoção. 

Nicole Kidman e Tom Cruise se divorciaram em 2001, quatro anos antes da atriz conhecer seu atual marido, Keith Urban, com quem teve mais dois filhos: Faith  Margaret e Sunday Rose, de 7 e 9 anos. 

Ter filhos depois dos 40, no entanto, fez com que a atriz se tornasse uma mãe ainda mais protetora: "É um amor lindo, mas com mais medo e dor. Optamos por manter as crianças longe da mídia e só queremos ter nosso próprio casulo", disse. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo