Universa

Dormir com a maquiagem quase custou a esta americana a sua visão; entenda

Reprodução/Cosmopolitan.com
Os olhos de Theresa Lynch sofreram por causa dos resíduos de máscara de cílios Imagem: Reprodução/Cosmopolitan.com

da Universa, em São Paulo

01/06/2018 10h52

Vaidosa, Theresa Lynch investiu, por boa parte de sua vida, em um ritual diário de beleza que incluía várias camadas de máscara para os cílios. No entanto, ela conta que nem sempre retirava o produto, seja parcialmente ou totalmente, antes de dormir.

E este mau hábito quase fez com que a americana de 50 anos quase perdesse a visão.

Veja também

À edição do jornal "Daily Mail" na Austrália, onde vive, Theresa contou que decidiu procurar um médico depois de sentir irritação e inchaço persistentes nos olhos — sensações estas que já não eram mais aliviadas por colírios.

Depois de uma investigação detalhada, a oftalmologista Dana Robaei descobriu que Theresa possuía calcificação subconjuntival do produto. Ou seja, partículas dele haviam endurecido e se tornado massas por dentro de seu olho, presas ao tecido. "Em toda a minha carreira, eu nunca havia visto algo assim antes", disse Dana.

Reprodução/Cosmopolitan.com
O problema tomou os olhos da australiana Imagem: Reprodução/Cosmopolitan.com

A cada vez em que a paciente piscava, as calcificações arranhavam a superfície de seu olho e colocavam em risco sua visão. Se um arranhão em seu olho infeccionasse, por exemplo, a médica explicou que o resultado poderia ter sido a cegueira.

'Os sintomas são como alguém jogando um punhado de areia no seu olho. É constantemente irritante", afirmou a oftalmologista.

Theresa teve que se submeter a uma cirurgia de 1h30 para remover o acúmulo de máscara, ou o conhecido rímel, do interior das pálpebras. No entanto, os danos provocados deixaram cicatrizes permanentes.

"Eu caí neste mau hábito de usar um monte de maquiagem e não tirar. Eu nunca deveria ter deixado que fosse tão longe. É tão importante remover apropriadamente sua maquiagem toda noite, você não pode perder um dia", alertou Theresa à publicação.

O caso da americana surpreendeu os especialistas de tão maneira que foi estudado e publicado pela Academia Americana de Oftalmologia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo