Mães e filhos

Estudo ensina como acabar com a birra dos pequenos na hora de dormir

iStock
Método ganhou o nome de "bedtime fading" Imagem: iStock

Da Universa

31/05/2018 12h09

Se você enfrenta choro e birra na hora colocar seu filho para dormir, saiba que a solução pode ser bem simples. Um estudo da Universidade de Flinders, na Austrália, mostrou que a melhor forma de acabar com o drama de toda noite é esperar a criança estar realmente cansada antes de colocá-la na cama. 

Para chegar ao método "bedtime fading" ("pegando no sono", em português) , os especialistas estudaram a rotina de sono de 21 crianças de até 4 anos durante duas semanas, duas vezes, com um intervalo de dois anos entre cada análise.

Veja também: 

O estudo australiano sugere que os pais criem uma nova rotina noturna, esperando que a energia dos pequenos acabe durante alguns dias até que, aos poucos, eles se acostumem a estar cansados todos os dias na mesma hora. Confira o passo a passo: 

1- Diário do sono

Durante os primeiros cinco dias, espera seu filho realmente estar cansado e ter sono para apagar as luzes e deixá-lo sozinho no quarto. Enquanto isso, construa um "diário do sono", anotando o horário em que o pequeno pega no sono, quantas vezes acorda durante a noite, que horas acorda e quantas horas dormiu durante o dia.

2- Hora de acordar

Independente da hora em que seu filho foi dormiu, estabeleça um horário fixo para despertá-lo. Levantando no mesmo horário todos os dias, logo o corpo vai entender que precisa descansar o suficiente para acordar no horário determinado.

3- Atraso proposital

Nas primeiras noites, atrase a hora de dormir em pelo menos meia hora. Se ele demorar para pegar no sono, atrase mais meia hora na noite seguinte e avalie qual é o horário em que o pequeno dorme sem problemas. 

4- Novo horário

Mantenha o horário encontrado no item 3 por pelo menos três dias seguidos. 

5- Vida normal 

Dentro de alguns dias, o corpo do seu filho vai pedir cama naturalmente e cada vez mais cedo. Quando isso acontecer, a família volta à rotina e pode voltar a dormir – aos poucos, claro – no horário habitual

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Estadão Conteúdo
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
AFP
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
BBC
Da Universa
Da Universa
Estadão Conteúdo
Da Universa
Estadão Conteúdo
Da Universa
BBC
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Topo