menu
Topo

Relacionamentos

22% das pessoas conhecem seus parceiros no ambiente de trabalho, diz estudo

iStock
De acordo com a pesquisa, um terço das pessoas está disposta a namorar um colega Imagem: iStock

Da Universa

31/05/2018 13h23

Se você tem um contrato de trabalho tradicional, 8 horas por dia, cinco vezes por semana – provavelmente passa mais tempo com seus colegas de trabalho do que com seus amigos e familiares. Não por acaso, 22% dos trabalhadores britânicos se apaixona por alguém da mesma empresa. 

De acordo com uma pesquisa recente do portal Total Jobs, esse índice é quase o dobro das pessoas que encontram parceiros no Tinder e em outros aplicativos de paquera (13%).

Veja também: 

Achou pouco? O estudo mostra que esse número pode ser ainda maior: duas em casa três pessoas entrevistadas não veem problema em namorar um colega e até gostariam de fazer isso. 

Enquanto isso, um terço nem sonha em ter um relacionamento amoroso do tipo e acredita que é impossível combinar a vida amorosa e a vida profissional. 

Se você jura não se envolver com alguém do trabalho, com certeza está entre os 17% das pessoas que tem um melhor amigo na firma – alguém com quem você fala mal do chefe, desabafa sobre o stress do dia a dia e até bebe uma cerveja no fim do expediente.

Pois existe uma explicação para tanta afinidade: de acordo com o TotalJobs, são necessárias 200 horas de convívio para que duas pessoas se tornem amigas. Pensando em uma jornada de trabalho convencional, apenas cinco semanas.