menu
Topo

Diversidade

"Lésbicas ainda padecem na sociedade", diz Angela Ro Ro, aos 68 anos

Fernanda Maia /UOL
Imagem: Fernanda Maia /UOL

Da Universa

30/05/2018 11h21

De volta aos palcos do Rio de Janeiro em junho, com a turnê "Amor & Humor", Angela Ro Ro diz que está "sempre apaixonada" e que "ainda tem sorte com as mulheres". 

Em entrevista ao "Extra", a cantora, de 68 anos, disse que já apanhou na rua pelo menos cinco vezes e falou sobre violência contra mulheres lésbicas no Brasil: "O bicho pega na primeira esquina". 

Veja também 

"As pessoas estão mais abertas [em relação à população LGBT], mas, na real, as lésbicas ainda padecem na sociedade", criticou a cantora, que assumiu a lesbianidade na década de 1980.

Apesar do nome alegre do circuito de shows, Angela não faz piada com política e diz que não vê a menor graça no que está acontecendo no Brasil, especialmente em relação aos direitos das mulheres. "Vivemos em um mundo machista, porém broxa", dispara. 

A cantora -- que não está comprometida, mas está "encantada" -- aproveitou a ocasião para elogiar Anitta: "Tem uma voz boa e lugar no pódio".