menu
Topo

Sexo

Veja dicas para mulheres que querem experimentar o sexo lésbico

Abrir o leque sexual pode trazer experiências gostosas

Talyta Vespa

Da Universa

27/05/2018 04h00

“Será que eu ia gostar de fazer sexo oral numa mulher?”, perguntou-se Stela, jornalista de 24 anos, na época em que namorava um homem, cerca de um ano atrás, e começou a sentir tesão por mulheres. "E se eu sentir nojo?"

As dúvidas da jornalista fazem parte do universo de muitas minas que experimentam o desejo por outras mulheres. Passa um monte de coisa pela cabeça, entre elas, a de achar, por uma educação machista, que xoxota é uma coisa feia e que tem cheiro ruim

Stela arriscou. E gostou. Hoje, se considera bissexual. Ela, a psicóloga e terapeuta sexual Margareth dos Reis, mulheres lésbicas e bissexuais dão dicas de como curtir o primeiro sexo lésbico. Se liga.

Veja também

Calma. Ninguém está pronta para a primeira vez

"Assim como a primeira vez no sexo heterossexual, tudo é novo. Então, as dúvidas são normais; especialmente a que diz respeito a gostar ou não de fazer sexo oral numa mulher. Minha dica é: se você já se sentiu atraída por uma mulher isso é um sinal importante de que o sexo pode rolar naturalmente", diz Margareth dos Reis, psicóloga e terapeuta sexual

Lembre do que você gosta que façam em você

"Apesar de o corpo feminino ser muito particular, reproduzir na parceira o que você gosta que façam com você é uma boa sugestão para começar. Durante o sexo, pergunte ainda como ela gosta e peça que ensine. Querer parecer uma expert logo de cara pode fazer as coisas darem errado", complementa Stela, jornalista

Diferentemente do que acontece com os homens....

Que, depois que gozam, precisam dar um tempo no sexo até o pênis ficar duro de novo, as mulheres conseguem prolongar a sessão por mais tempo, com mais calma, mesmo que goze em algum momento. "Sem pressa é bem melhor", opina a publicitária Fernanda, de 25 anos, que é lésbica.

Corte as unhas

As unhas são cheias de bactérias e, com a penetração de dedos, elas podem ser transmitidas para o canal vaginal. Além disso, há a possibilidade de que a unha cause machucados. 

Cuidado com o clitóris

Atenção na hora de estimular o clitóris da parceira. Os corpos são diferentes, e uma pressão que pode ser boa para você, em outra mulher, pode causar desconforto e não prazer. A dica é perguntar se ela está gostando. Peça que guie sua mão ou a boca. 

Use preservativo

Para evitar DSTs, use camisinha. Tem a feminina, e muitas mulheres usam também a masculina. Ela deve ser cortada ao meio e, aberta, colocada sobre a xoxota que você vai beijar. Use camisinha também se for fazer tesoura, aquela posição em que as minas se deitam de lado opostos, entrelaçam as pernas e roçam a vagina uma na outra. 

Não foque só na xoxota

"Numa relação com homem, muitas mulheres focam só no pênis - por um pedido deles, que têm limitação com o próprio corpo. A gente é mulher e sabe que pescoço, nuca, peito, barriga, pé, é tudo gostoso. Então, brinquem com o corpo todo. O sexo fica bem mais gostoso", garante Carolina, historiadora, de 33 anos, e bissexual.

Brinquedo de menina

Dá para se divertir também usando brinquedinhos como o vibrador para clitóris, dildos e clips de mamilos

"Quando você abre seu leque de opções para os dois sexos, aumenta, e muito, suas formas de sentir prazer", diz Carolina.