Universa

Vídeos mostram Morgan Freeman assediando repórteres

AP/Montagem
O ator Morgan Freeman Imagem: AP/Montagem

da Universa

26/05/2018 15h40

Depois de denúncias de que Morgan Freeman teria assediado ao menos oito mulheres, vídeos antigos nos quais ele assedia repórteres em entrevistas voltaram à tona. "Como vocês conseguem fazer isso o tempo todo? Você tem um vestido que está no meio do caminho entre seus joelhos e sua... Seus quadris. E você senta bem na minha frente. E você cruza as pernas", diz o ator a Janet Mock, em entrevista de divulgação do filme Ruth e Alex, em 2015.

Em oura entrevista, Freeman pergunta à repórter Ashley Crossan se ela é casada e sairia com homens mais velhos. Ela fica visivelmente confortável. Quando a entrevistadora vai sair, o ator a olha de cima abaixo e comenta: "Olhe para você'. 

Ator diz que fazia "elogios engraçados"

Os vídeos foram divulgados pelo Entertainment Tonight, depois que uma reportagem da CNN publicadana quinta-feira levantou que um total de 16 mulheres teriam sofrido com comportamento inapropriado do ator, sendo que oito delas foram vítimas de assédio sexual. Uma assistente do filme "Despedida em Grande Estilo" disse ter sido tocada diversas vezes por Freeman.

Veja também: 

Em uma declaração, no entanto, ele negou ter cometido assédio. "Eu muitas vezes brinco e elogio mulheres, de uma forma que sempre pensei ser leve e engraçado. Claramente, eu não fui compreendido da maneira que achei", explicou ele e completou que "nunca fui um assediador e nunca troquei trabalhos por sexo".

Segundo sua declaração, ele faz os comentários por ser "uma pessoa que sente uma necessidade de fazer mulheres e homens se sentirem apreciados e tranquilos ao seu redor".

"Eu estou profundamente desapontada que alguém que foi visto como o padrinho da América estava suscetível a um comportamento tão perturbador e se sentiu confortável o suficiente para fazer isso com as câmeras ligadas e que ele poderia olhar para o meu corpo antes mesmo de olhar nos meus olhos", disse Janet Mock ao Entertainment Tonight sobre os vídeos.

A declaração de Morgan Freeman

“Estou devastado que 80 anos da minha vida correm o risco de serem minados num piscar de olhos pelas reportagens da mídia de quinta-feira. Todas as vítimas de agressão e assédio merecem ser ouvidas. E precisamos ouvi-las. Mas não é correto equiparar incidentes horríveis de agressão sexual a elogios ou humor equivocados“..

No comunicado à imprensa, ele ainda diz: “Eu admito que sou alguém que sente a necessidade de tentar fazer com que as mulheres – e os homens – se sintam apreciados e à vontade ao meu redor. Como parte disso, eu sempre tentava brincar e elogiar as mulheres, no que eu achava ser um jeito alegre e bem-humorado. Claramente eu não estava sempre encontrando o caminho que pretendia. E é por isso que me desculpei na quinta-feira e continuarei a me desculpar com qualquer um que eu possa ter aborrecido, mesmo que não intencionalmente. Mas também quero ser claro: não criei ambientes de trabalho inseguros. Eu não abusei de mulheres. Eu não ofereci emprego ou adiantamento em troca de sexo. Qualquer sugestão de que eu fiz isso é completamente falsa“.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo