menu
Topo

Diversidade

Jesuíta Barbosa: "falar sobre gênero e sexualidade é essencial"

Chico Cerchiaro/Revista Cosmopolitan Brasil
Jesuíta Barbosa Imagem: Chico Cerchiaro/Revista Cosmopolitan Brasil

da Universa, em São Paulo

15/05/2018 10h50

Atualmente no ar em "Onde Nascem os Fortes" na pele de Ramirinho — um rapaz que tem sua expressão sexual oprimida pelo pai, o juiz Ramiro (Fábio Assunção), mas mesmo assim brilha ao se transformar na noite em Shakira do Sertão —, Jesuíta Barbosa disse à "Cosmopolitan" que acredita que o trabalho pode contribuir para um debate que considera da maior importância.

Veja também

"Gênero e sexualidade são tratados [em nossa sociedade] como algo binário", observa. "Falar sobre isso é essencial para ampliarmos essa perspectiva".

Ao falar sobre como encara a própria sexualidade, especialmente frente a trabalhos desafiadores como este, Jesuíta reflete: "Depois de tantas experiências libertadoras no teatro, limitar meu corpo e meus desejos seria como estar morto".

"Espero que a relevância artística e social desses trabalhos seja maior do que eventuais classificações", conclui.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!