Direitos da mulher

MPF denuncia cárcere privado de empregada doméstica no Rio de Janeiro

iStock
Empregada doméstica Imagem: iStock

Da Universa

14/05/2018 18h52

O Ministério Público Federal denunciou nesta segunda-feira (14) uma empresária brasiliense por manter a empregada doméstica presa na área de serviço de seu apartamento durante uma semana, em Copacabana, no Rio de Janeiro. 

De acordo com a denúncia, a patroa mantinha a vítima em regime de trabalho análogo à escravidão, descontando do salário supostas dívidas por compra de móveis e por objetos que a empregada teria quebrado enquanto limpava. 

Veja também: 

A relação era marcada ainda por outros abusos, como xingamentos e até ameaças de morte: segundo o documento do MPF, a agressora dizia que "qualquer bandido aceitaria agredi-la por 50 reais ou matá-la por 100". 

Com jornadas exaustivas, que chegavam a 17 horas de trabalho sem pausa para almoço ou descanso "a denunciada submeteu a vítima a servidão por dívida, proibindo-a de rescindir o contrato de trabalho (e deixar o local de trabalho) enquanto não pagasse", denunciou. 

O ápice dos maus-tratos aconteceu em 2011, quando a empresária decidiu "castigar" a vítima proibindo a alimentação e circulação dela pelo apartamento até que adoecesse, depois de sete dias em cárcere privado. Na ocasião, a vítima ainda teve os dias de doença descontados de seu salário. 

O caso foi denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro em 2014 e só agora chegou ao MPF. O processo corre em segredo de justiça - por esse motivo, os nomes da agressora e da vítima não foram divulgados. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Da Universa
AFP
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
ANSA
AzMina
Da Universa
ANSA
Universa
Da Universa
DW
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
ANSA
EFE
ANSA
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
BBC
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Topo