menu
Topo

Diversidade

Site une mulheres, LGBTs e minorias contra domínio masculino na gastronomia

Reprodução/Instagram
Klancy Miller autora de culinária e inscrita no banco de dados gastronômico Imagem: Reprodução/Instagram

Da Universa

11/05/2018 04h01

“Equity At The Table” [“Equidade na mesa”, em tradução livre] é um banco de dados online com ativistas, advogados, confeiteiros, cozinheiros, chefs e profissionais negros, pardos, asiáticos e LGBT do mundo da gastronomia. Os perfis indicam a etnicidade de cada inscrito, bem como as áreas de trabalho e orientação sexual e/ou identidade de gênero.

O banco de dados lançado em abril tem a assinatura da a escritora de livro de receitas e ativista da alta cozinha Julia Turshen. A ideia era promover quem costuma ficar de fora dos holofotes gastronômicos, uma área historicamente dominada e reivindicada por homens brancos em cargos de destaque.

Leia também

Profissionais brasileiros, das Américas do Sul, Norte e Central, Europa e demais continentes podem se inscrever gratuitamente. Segundo Turshen, a intenção é que o projeto funcione como uma vitrine, mas também para unir as próprias minorias. Cerca de 100 pessoas já se inscreveram desde a estreia da plataforma.

A criadora do site Julia Turshen

“Um dos principais erros é entender que diversidade é a mesma coisa que inclusão; igualdade costuma ser confundida com equidade”, disse Turshen ao site Food & Wine. “A principal diferença entre esses temas não é apenas ver quem é convidado para a mesa, mas quem faz o convite e o quão receptivo é essa mesa”.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!