menu
Topo

Novidades de beleza

Rinomodelação: empinar nariz sem cirurgia tem riscos e pode levar à necrose

Reprodução/Instagram
Juju Salimeni Imagem: Reprodução/Instagram

Paula Roschel

Colaboração para Universa

09/05/2018 04h00

Famosas que desejam mudar de forma sutil a aparência do nariz, seja preenchendo depressões ou levantando a ponta, estão deixando as cirurgias plásticas de lado e embarcando na menos invasiva rinomodelação; caso da musa fitness Juju Salimeni. 

Reprodução
O antes e depois de Juju Salimeni Imagem: Reprodução

"A rinomodelação não é uma cirurgia plástica. Ela é feita com produto injetado no nariz, com anestesia local, e não dói nada”, revelou a loira em suas redes sociais. Outra famosa que embarcou no procedimento foi a youtuber Niina Secrets.

Veja também

Indicação

Tal preenchimento com ácido hialurônico, substância amplamente utilizada em procedimentos estéticos, pode ser feito para certas condições da região: “A rinomodelação é feita para deixar homogênea discretas assimetrias de contorno nasal, definir a ponta e corrigir a giba no dorso do nariz (aquele ‘calombo’)”, revela o cirurgião plástico Ronaldo Soares.

Profissional habilitado x riscos

Mas não é qualquer profissional do mundo da estética que pode fazer tal procedimento: “Pela lei brasileira, apenas médicos. Dentistas estavam fazendo, porém saiu uma norma proibindo-os da aplicação da toxina botulínica e do preenchimento para fins estéticos”, explica Ronaldo Soares. O cirurgião plástico Alan Landecker, Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e Especialista em Rinoplastia pela University of Texas Southwestern, ainda aponta os riscos presentes na técnica, agravados se o profissional responsável não for competente: “O procedimento pode causar complicações graves, como a necrose da pele do nariz; por isso a necessidade de conhecer profundamente a anatomia da região”.

Outro problema que pode acontecer após a rinomodelação é o afinamento da pele e eventuais infecções vindas de injeções muito superficiais. Elas devem acontecer profundamente, próximas aos ossos e cartilagens do nariz.

Cirurgia ou rinomodelação?

O cirurgião Alan Landecker aconselha a prática para corrigir pequenas imperfeições, principalmente em pacientes que não querem a cirurgia de forma alguma; mas deixa claro que a técnica é muito menos precisa do que uma cirurgia plástica convencional: “A rinomodelação tem vantagens como ser menos invasiva e menos custosa do que uma cirurgia. Ressalto que o preenchimento usado deve ser sempre absorvível, com ácido hialurônico. Substâncias como o PMMA jamais devem ser usadas, pois têm enorme potencial de complicações que podem ser impossíveis de corrigir”, pontua.

O cirurgião plástico Thiago Biasi, diretor médico da Allergan Brasil, concorda. “Por ser uma substância bastante segura, maleável e com diversas densidades, é possível a aplicação de ácido hialurônico em diferentes partes do rosto, desde que o profissional seja devidamente capacitado para isso. Porém, atualmente, não há em nosso programa de treinamento aulas direcionadas especificamente para a rinomodelação. Apesar da existência de diversas publicações científicas sobre a aplicação na região nasal, é importante que o médico tenha larga experiência e alto nível de qualificação técnica, tanto em relação à utilização de preenchedores de ácido hialurônico como em relação à complexa anatomia desta área”.

Contraindicações

A cirurgiã plástica Karina Gilio explica que a rinomodelação é contraindicada para gestantes, pessoas com doenças autoimune e ainda com lesões no local da aplicação. Ela ainda esclarece quanto tempo a técnica dura: “Como o ácido hialurônico é absorvido pelo corpo, a técnica pode durar entre nove meses a um ano e meio, variando de pessoa para pessoa.”

Mas será que depois de passado o efeito, o nariz não mudará sua forma, ficando diferente do que era anteriormente? “Não tem risco de deformar por conta da substância, já que a mesma é natural do nosso organismo. No máximo, ele volta ao formato que era anteriormente”, enfatiza Ronaldo Soares.

Rinomodelação

O que é? Preenchimento com ácido hialurônico no nariz para igualar possíveis ondulações e empinar a ponta.
Resultados esperados: Nariz com contornos mais definidos.
Duração: A técnica dura até 18 meses, necessitando de reaplicação integral do preenchedor. A sessão dura em torno de 30 minutos.
Quantidade de sessões: Única.
Contraindicação: Gestantes, pessoas com doenças autoimune e ainda com lesões no local da aplicação
Manutenção: Após o procedimento, evitar pegar peso ou fazer esforços físicos, não se expor ao calor ou sol e dormir com dois travesseiros, para a cabeça ficar mais elevada.
Valor: A partir de R$ 2 mil.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!