Novidades de beleza

Rinomodelação: empinar nariz sem cirurgia tem riscos e pode levar à necrose

Reprodução/Instagram
Juju Salimeni Imagem: Reprodução/Instagram

Paula Roschel

Colaboração para Universa

09/05/2018 04h00

Famosas que desejam mudar de forma sutil a aparência do nariz, seja preenchendo depressões ou levantando a ponta, estão deixando as cirurgias plásticas de lado e embarcando na menos invasiva rinomodelação; caso da musa fitness Juju Salimeni. 

Reprodução
O antes e depois de Juju Salimeni Imagem: Reprodução

"A rinomodelação não é uma cirurgia plástica. Ela é feita com produto injetado no nariz, com anestesia local, e não dói nada”, revelou a loira em suas redes sociais. Outra famosa que embarcou no procedimento foi a youtuber Niina Secrets.

Veja também

Indicação

Tal preenchimento com ácido hialurônico, substância amplamente utilizada em procedimentos estéticos, pode ser feito para certas condições da região: “A rinomodelação é feita para deixar homogênea discretas assimetrias de contorno nasal, definir a ponta e corrigir a giba no dorso do nariz (aquele ‘calombo’)”, revela o cirurgião plástico Ronaldo Soares.

Profissional habilitado x riscos

Mas não é qualquer profissional do mundo da estética que pode fazer tal procedimento: “Pela lei brasileira, apenas médicos. Dentistas estavam fazendo, porém saiu uma norma proibindo-os da aplicação da toxina botulínica e do preenchimento para fins estéticos”, explica Ronaldo Soares. O cirurgião plástico Alan Landecker, Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e Especialista em Rinoplastia pela University of Texas Southwestern, ainda aponta os riscos presentes na técnica, agravados se o profissional responsável não for competente: “O procedimento pode causar complicações graves, como a necrose da pele do nariz; por isso a necessidade de conhecer profundamente a anatomia da região”.

Outro problema que pode acontecer após a rinomodelação é o afinamento da pele e eventuais infecções vindas de injeções muito superficiais. Elas devem acontecer profundamente, próximas aos ossos e cartilagens do nariz.

Cirurgia ou rinomodelação?

O cirurgião Alan Landecker aconselha a prática para corrigir pequenas imperfeições, principalmente em pacientes que não querem a cirurgia de forma alguma; mas deixa claro que a técnica é muito menos precisa do que uma cirurgia plástica convencional: “A rinomodelação tem vantagens como ser menos invasiva e menos custosa do que uma cirurgia. Ressalto que o preenchimento usado deve ser sempre absorvível, com ácido hialurônico. Substâncias como o PMMA jamais devem ser usadas, pois têm enorme potencial de complicações que podem ser impossíveis de corrigir”, pontua.

O cirurgião plástico Thiago Biasi, diretor médico da Allergan Brasil, concorda. “Por ser uma substância bastante segura, maleável e com diversas densidades, é possível a aplicação de ácido hialurônico em diferentes partes do rosto, desde que o profissional seja devidamente capacitado para isso. Porém, atualmente, não há em nosso programa de treinamento aulas direcionadas especificamente para a rinomodelação. Apesar da existência de diversas publicações científicas sobre a aplicação na região nasal, é importante que o médico tenha larga experiência e alto nível de qualificação técnica, tanto em relação à utilização de preenchedores de ácido hialurônico como em relação à complexa anatomia desta área”.

Contraindicações

A cirurgiã plástica Karina Gilio explica que a rinomodelação é contraindicada para gestantes, pessoas com doenças autoimune e ainda com lesões no local da aplicação. Ela ainda esclarece quanto tempo a técnica dura: “Como o ácido hialurônico é absorvido pelo corpo, a técnica pode durar entre nove meses a um ano e meio, variando de pessoa para pessoa.”

Mas será que depois de passado o efeito, o nariz não mudará sua forma, ficando diferente do que era anteriormente? “Não tem risco de deformar por conta da substância, já que a mesma é natural do nosso organismo. No máximo, ele volta ao formato que era anteriormente”, enfatiza Ronaldo Soares.

Rinomodelação

O que é? Preenchimento com ácido hialurônico no nariz para igualar possíveis ondulações e empinar a ponta.
Resultados esperados: Nariz com contornos mais definidos.
Duração: A técnica dura até 18 meses, necessitando de reaplicação integral do preenchedor. A sessão dura em torno de 30 minutos.
Quantidade de sessões: Única.
Contraindicação: Gestantes, pessoas com doenças autoimune e ainda com lesões no local da aplicação
Manutenção: Após o procedimento, evitar pegar peso ou fazer esforços físicos, não se expor ao calor ou sol e dormir com dois travesseiros, para a cabeça ficar mais elevada.
Valor: A partir de R$ 2 mil.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo