menu
Topo

Diversidade

Mãe é criticada ao pedir para cabeleireiros cortarem o cabelo da filha

Reprodução/Supplied
pixie, cabelo curto, menina Imagem: Reprodução/Supplied

Da Universa

01/05/2018 15h35

Uma mãe ficou chocada ao ouvir de dois cabeleireiros que não cortariam o cabelo de sua filha de cinco anos porque ela ficaria parecida com um menino. Segundo o portal de notícias britânico Daily Mail, um deles, inclusive, disse a Nelly Thomas que ela não deveria fazer isso com a criança.

“Minha filha é super normal, uma garota bem resolvida. Só que ela gosta de cortar o cabelo, de brincar e pular. Eu era igual quando criança”, disse.

A reação dos cabeleireiros fez a ficha da mãe cair em relação à dificuldade que é ser aceita socialmente sem se encaixar em padrões. Quando Nelly finalmente encontrou um profissional que realizasse o desejo da pequena, o cabelo que estava no meio das costas se tornou um belo corte pixie.

Veja também

Reprodução/Supplied
Imagem: Reprodução/Supplied

A mãe sabia que não seria fácil que a filha se libertasse dos padrões. Por isso, começou a buscar conteúdos que falassem sobre empoderamento e sobre mulheres que abraçaram um novo estilo de vida.

No entanto, segundo ela, foi extremamente difícil encontrar esse tipo de conteúdo, o que a motivou a produzir seu próprio.

O livro "Some Girls" (Algumas Garotas, na tradução livre) foi produzido por Nelly e entregue à filha. Nele, todo tipo de diversidade é mostrada – garotas de cabelo comprido brincando com meninas carecas e assim por diante.

“Elas precisam ter confiança para serem elas mesmas, é isso que uma criança precisa descobrir”, disse a mãe

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!