menu
Topo

Transforma

Mulheres protagonizam um mundo em evolução

Skylar de Breaking Bad diz que sofreu misoginia ao interpretar personagem

Divulgação/AMC
Anna Gunn Imagem: Divulgação/AMC

da Universa

30/04/2018 18h20

A americana Anna Gunn, que fez a Skylar em "Breaking Bad", contou em um artigo para o New York Times que sofreu misoginia ao interpretar a personagem.

Na série, um fenômeno de crítica e audiência, Skylar é a mulher do protagonista, o ex-professor de química e traficante novato Walter White. Depois de descobrir que tem câncer terminal de pulmão, Walter começa a fazer e vender metanfetamina na tentativa de deixar dinheiro suficiente para mulher grávida o filho adolescente com paralisia cerebral. Apesar das 'boas intenções' do marido, Skylar não concorda com o modus operandi de Walter e se transforma em antagonista ao descobrir e confrontar suas mentiras.

"Eu estava despreparada para a resposta virulenta que a personagem inspirou. Centenas de pessoas deram like em uma página do Facebook que se chamava 'Eu odeio a Skylar White'. Milhares deram like em uma página que tinha um título similar mas com um palavras que eu não posso reproduzir aqui. Quando as pessoas criaram um grupos de ódio na página da emissora eu sabia que seria melhor não olhar, mas eu queria entender o que estava acontecendo", explica Anna.

Na opinião da atriz, o ódio à personagem tem relação com o fato de Skylar não ser uma 'mulher que sofre calada ou fica ou sempre fica ao lado do seu marido'. "O que me preocupava era a reação tão venenosa das pessoas. A desprezavam por ela não se rebaixar ou desistir? Ou porque, ela era, de fato, igual a Walter?"

Veja também:

As críticas à personagem se estenderam à pessoa da atriz. "Como eu faço para achar Anna Gunn e matá-la?", dizia uma das postagens. Segunda Anna, ela teve que tomar medidas para garantir sua segurança. "Além de ficar assustada, eu também estava pasma: como o não gostar de personagem se transformava em ódio pela atriz que o interpretava?", explica.

"Eu finalmente percebi que o ódio a Skylar tinha pouco a ver comigo e mais com a percepção dos haters a respeito de mulheres e esposas. Porque a Skylar não se conformava com o arquétipo ideal de mulher, ela se tornou um teste rorschach para a sociedade, uma medida para as nossas atitudes no que diz respeito a gênero", diz Anna Gunn.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Transforma