menu
Topo

Direitos da mulher

Espanha tem 3º dia de protestos contra pena de acusados de estupro coletivo

AP/ Alvarro Barrientos
Manifestantes marcham em Pamplona, Espanha, contra sentença dada a acusados de estupro coletivo Imagem: AP/ Alvarro Barrientos

da Universa

28/04/2018 18h03

Neste sábado (28), mais de 30 mil manifestantes ocuparam as ruas da cidade de Pamplona, na Espanha, segundo dados da polícia local. É o terceiro dia de protestos convocados por coletivos e organizações de mulheres contra uma decisão da justiça espanhola que conferiu sentença mais branda a cinco homens acusados de estupro coletivo.

Em 2016, uma mulher de 18 anos sofreu a violência durante as festas de São Fermino, na cidade. Ela foi atacada por cinco homens, que em um grupo de WhatsApp se autodenominavam de "La Manada". Eles filmaram o estupro.

Veja também

No entanto, a sentença, divulgada na quinta-feira (26), condenou cada um dos acusados a cinco anos de prisão por abuso sexual -- eles foram absolvidos do crime de estupro. A defesa dos acusados argumentou que as relações foram consentidas, já que no vídeo a jovem não manifestou "asco, dor ou sofrimento". E chegaram a contratar um detetive particular, que fez fotos que supostamente mostravam que a jovem estaria levando uma vida normal após o acontecido. 

AFP/ Xabier Lertxundi
Milhares de mulheres ocuparam as ruas de Pamplona, na Espanha, contra sentença branda dada a acusados de estupro coletivo Imagem: AFP/ Xabier Lertxundi

Desde então, espanholas têm manifestado sua indignação com a justiça. Além dos três dias de protestos consecutivos, foi organizada uma petição online para pedir a retirada dos juízes responsáveis pela sentença -- mais de um milhão de assinaturas foram reunidas em menos de 24 horas.

Na internet, a hashtag #cuentalo chegou ao trending  topics  do Twitter, com relatos de mulheres sobre abusos sofridos.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!