Violência contra a mulher

Documentos revelam abuso sexual sistemático de imigrantes presos nos EUA

Favor_of_God / iStock Photo
59% dos crimes foram cometidos por oficiais da imigração e carcereiros das prisões Imagem: Favor_of_God / iStock Photo

da Universa, em São Paulo

12/04/2018 13h04

A divulgação de uma série de documentos do Departamento de Segurança Nacional americano revelou a prática sistemática de abuso sexual dos imigrantes ilegais presos no país.

Entre 2010 e 2017, houve registro de 1224 queixas de abuso sexual enquanto os detentos estavam sob custódia da polícia de imigração. Destes, apenas 43 casos foram investigados.

Veja também

Os dados foram expostos pelo site "The Intercept", que teve acesso em primeira mão aos documentos. Uma análise anterior dos dados, no entanto, revela números ainda mais expressivos: das 33 mil denúncias de abusos — sexuais, morais, verbais, físicos e etc. — sofridos por imigrantes, recebidas pelo escritório do Inspetor Geral dos EUA entre 2010 e 2016, apenas 570 foram investigadas.

Entre as práticas mais comuns reveladas pelas vítimas estão revistas íntimas degradantes, além de estupro e violência verbal e física. Dos casos de abuso registrados pelo departamento, 59% foram cometidos por oficiais da imigração e carcereiros das prisões.

Em 34% deles, um oficial testemunhou o crime ou tomou conhecimento, além disso, 22% dos sobreviventes ainda apontaram que, além de terem sido abusados por um oficial da imigração, outro havia testemunhado o fato. 

Frequentemente, imigrantes relatam histórias de chantagem em troca de favores sexuais em situações em que se encontram vulneráveis por não possuírem documentos ou falarem o idioma local.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Da Universa
ANSA
Da Universa
EFE
AFP
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
AFP
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
AFP
Da Universa
Da Universa
Bloomberg
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
EFE
Da Universa
Da Universa
Da Universa
BBC
BBC Brasil - Internacional
Da Universa
Da Universa
DW
Da Universa
Da Universa
Da Universa
BBC
EFE
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
BBC
DW
Da Universa
Violência contra a mulher
Topo