menu
Topo

Recomenda

Dicas de filmes, séries, leituras, sons, espetáculos

Mostra é chance de conhecer obra de Maria Auxiliadora, artista do século 20

Acervo Masp
A obra "Três Mulheres", de 1972, da pintora brasileira Maria Auxiliadora Imagem: Acervo Masp

11/04/2018 04h00

De origem humilde, descendente de escravizados e autodidata, Maria Auxiliadora foi uma pintora brasileira que conquistou reconhecimento internacional com obras delicadas que retratam seu cotidiano: a vida rural e doméstica. E no ano dedicado às histórias afro-atlânticas no MASP (Museu de Arte de São Paulo), as obras da artista ganham espaço para uma exposição após 37 anos em "Maria Auxiliadora: vida cotidiana, pintura e resistência".

Com uma técnica singular --misturava tinta a óleo, massa plástica e mechas de seu cabelo para criar relevos--  criou outro modo de pintura, além dos preceitos acadêmicos e modernistas. A pintura pungente da artista atravessou a cultura e passa por temas como a capoeira, o samba, a umbanda, o candomblé e os orixás.

Leia também:

A nova mostra tem o objetivo de renovar o interesse por Maria Auxiliadora, uma representante fundamental da arte brasileira, para além das paternalistas e redutoras categorias da "arte naif" ou "primitiva". A exposição está organizada em seis núcleos dos principais temas pautados por ela: "Autorretratos", "Casais", "Interiores", "Manifestações populares", "Candomblé, umbanda e orixás" e "Rural".

Com curadoria de Fernando Oliva, curador do Museu paulistano, a exposição fica aberta ao público até o dia 10 de junho de 2018.


Serviço:

Onde: Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP) – Av. Paulista, 1578 – Bela Vista, São Paulo
Horários: Terça a domingo, das 10h às 18h; quinta-feira, das 10h às 20h
Ingressos: R$35,00 (entrada); R$17,00 (meia-entrada)

*O MASP tem entrada gratuita às terças-feiras, durante o dia todo.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!