Autoestima

Fani desafia regras de rede social e publica foto com mamilos à mostra

Reprodução/Instagram
Fani Pacheco em foto na piscina; mamilos não foram censurados desta vez Imagem: Reprodução/Instagram

Da Universa

03/04/2018 17h13

Fani Pacheco recebeu uma enxurrada de elogios nas redes sociais ao publicar, em seu Instagram, uma foto dentro da piscina. O detalhe que mais chamou a atenção foi a camiseta transparente usada pela apresentadora, que deixou seus mamilos evidentes. O Instagram já foi muitas vezes alvo de reclamações por retirar do ar fotos em que mamilos apareciam.

A regra, que não se aplica quando o dono dos mamilos é um homem, volta e meia é falha: o Instagram já chegou até a bloquear a conta de uma britânica que inocentemente publicou a foto de um mero bolo, que, por seu formato, foi confundido com um seio.

Há também quem questione a proibição ser válida apenas para mulheres. O perfil "Genderless Nipples" ("mamilos sem gênero", em português), com mais de 80 mil seguidores, publica constantemente imagem em close de mamilos, de forma que não seja possível identificar se é um homem ou mulher na foto.

Assim, a página exibe mamilos de diferentes formas, cores, tamanhos, seja com ou sem piercing, sem que o Instagram possa censurá-los.

Esta foto já foi confundida com um mamilo (e deletada do Instagram)

Ditadura da beleza x amor próprio

Hoje modelo plus size, Fani Pacheco adotou o posto de musa do corpo real, sem retoques.

Em suas redes sociais, a modelo costuma escrever textos defendendo a beleza real e a autoaceitação. "Não vai ser o seu corpo sarado, gordo ou magro, que vai fazer você se amar. Conseguir de fato sentir amor próprio e cuidar de você em primeiro lugar é um exercício de escolher ser feliz todos os dias e fazer psicoterapia pra olhar pra dentro. É um processo longo”, ela postou.

Empoderada e livre, Fani tenta ensinar aos seus seguidores a não cair na armadilha de rótulos. "Não costumo escrever sobre a ditadura da beleza e sim sobre a plenitude do amor próprio. A conquista real do nosso amor próprio desbanca qualquer tipo de rótulo imposto", publicou recentemente.

Quando eu falo de autoestima, eu não falo de corpo e aparência física. Eu vou muito além. O pensamento é o inverso. Falo da parte emocional que transcende qualquer mero padrão. Eu não costumo escrever sobre a ditadura da beleza e sim sobre a plenitude do amor próprio. A conquista real do nosso amor próprio desbanca qualquer tipo de rótulo imposto. Se autoconhecer é estar feliz consigo mesmo, ser significante na vida. Estar no tal “padrão” não é sinônimo e nem vantagem nenhuma pra satisfação pessoal. Repito! O autoconhecimento sim é o nosso maior desafio. Mergulhar no processo mais trabalhoso de nossas vidas. Rever traumas, crenças, compensações e nossas distorções cognitivas. Pra mim, está aí a fórmula pra felicidade. ( Fani Pacheco).

Uma publicação compartilhada por Fani Pacheco (@fanipacheco) em

Amar-se acima de tudo! Se amar em primeiro lugar! Ter amor próprio sempre! Se aceitar do jeito que é! Se aceitar do jeito que consegue ser! Se aceitar do jeito que está! São as frases de efeito do momento. Lindas! Porém, muitas mulheres devem pensar, assim como eu já pensei: _ ok! Como? Por onde começo? Qual a etapa número 1? Cadê o passo a passo? É só ir toda semana no salão, se maquiar, fazer exercícios, cuidar da saúde do corpo e da mente? NÃO ! Isso pode até fazer parte mas não é essa rotina que lhe fará sentir amor por você mesma e querer cuidar da sua autoestima a longo prazo. NÃO! Não vai ser fazer uma escova nos cabelos que vai mudar ou melhorar o que você sente por dentro. Como também não vai ser o seu corpo sarado, gordo ou magro que vai fazer você se amar. Conseguir de fato sentir amor próprio e cuidar de você em primeiro lugar é um exercício de escolher ser feliz todos os dias e fazer psicoterapia pra olhar pra dentro. É um processo longo. Onde nesse caminho você vai sentir dor. Vai se surpreender com seus próprios pontos de vista mudando. Você vai pensar em desistir! Vai dizer que não está funcionando com você. Vai se sabotar! Vai sentir vergonha de falar sobre algumas coisas. Você terá que se confessar com um “ estranho”. Você terá que superar todos os seus medos pra se autoconhecer. E quando isso acontecer, estar magra ou gorda será apenas uma fase da sua vida. Não ter feito as unhas será um detalhe que só outras pessoas vão notar e os outros serão só os outros. Você será finalmente VOCÊ e ponto. Eu escolhi ser feliz e você???

Uma publicação compartilhada por Fani Pacheco (@fanipacheco) em

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

BBC
Da Universa
Blog Flávia Durante
Da Universa
Da Universa
BBC
Blog Flávia Durante
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Blog Flávia Durante
Da Universa
Da Universa
do UOL
Autoestima
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Flávia Durante
BBC
Redação
Redação
Redação
Topo