menu
Topo

Violência contra a mulher

Chris Brown ironiza repercussão de fotos em que segura o pescoço de mulher

Restaurante no Texas oferece cardápio sem preços para "ajudar o próximo"

Da Universa

30/03/2018 11h25

Envolvido em mais uma polêmica que lembra o episódio de agressão a ex - a cantora Rihanna, o rapper Chris Brown respondeu à repersussão de fotos reveladas nesta sexta (29) com ironia. Nas imagens, divulgadas pelo site TMZ, ele aparece apertando o pescoço de uma mulher. Em seu Instagram, ele nega a gressão e agradece a "publicidade".

"Obrigada por toda a publicidade de hoje. Vocês todos sabem que não estou indo por este caminho. Não há necessidade de me defender sobre o tema. Todos os que estão ao meu redor (meninas/meninos) são meus amigos. Sem brincadeira idiota. Sem ignorância. Fim de discussão. Amor".

Veja também

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

O flagra, no entanto, causou um enorme barulho nas redes sociais. Enquanto alguns criticam a atitude de Brown e dizem que "com violência contra a mulher não se brinca", outros pedem que "parem de tratá-lo como um monstro".

Histórico de agressões

A repercussão negativa das imagens tem fundamento no histórico de agressão protagonizado pelo cantor. Em 2009, o cantor foi acusado de ter agredido fisicamente a cantora Rihanna, sua namorada na época. O episódio foi bastante marcante e ganhou manchetes do mundo todo.

Em entrevista à revista Vanity Fair, ela declarou que chegou a pensar na possibilidade de mudá-lo. "Ficou no passado, mas eu não quero dizer ‘supera isso’ porque é algo muito sério, que ainda é relevante. Ainda é uma realidade. Muitas mulheres e garotas ainda passam por isso. Muitos garotos também. Não é algo para esconder debaixo do tapete, então eu não posso apenas ignorar como se não tivesse sido nada. Mas, para mim e para qualquer um que tenha sido vítima de violência doméstica, é difícil lembrar. Ninguém quer admitir [que passou por isso]."

O ocorrido, inclusive, voltou a ser notícia recentemente por conta de um jogo divulgado pela rede social Snapchat, que fazia alusão à agressão. Ela chamou de "burra" a atitude da plataforma e lamentou o fato de eles terem investido "dinheiro para fazer uma animação de algo que traz vergonha às vítimas de violência doméstica". Por isso, recusou inclusive o pedido de desculpas. 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!