menu
Topo

Política

Taís Araújo sobre o Rio: "Cuidar um do outro garantirá nossa sobrevivência"

AgNews
Taís Araújo Imagem: AgNews

Carolina Martins

Colaboração para Universa

20/03/2018 12h28

Defensora dos Direitos das Mulheres Negras pela ONU Mulheres Brasil, Taís Araújo acredita que é preciso esperança no momento atual do nosso país — mesmo frente a violências como o assassinato da vereadora do Rio, Marielle Franco, no dia 14.

"Sem ela, a vida perde o sentido de continuar, e temos que continuar. Precisamos pensar em alguma coisa, uma alternativa. Eu também ainda estou buscando uma alternativa", disse em entrevista à Universa nesta segunda, 19, durante lançamento de seu perfume, "Taís", em São Paulo.

Veja também

"Precisamos ficar alertas e cuidar do outro, que é o que vai garantir a nossa sobrevivência como sociedade, porque está ficando muito complicado", ressaltou.

Para a atriz, é preciso que a sociedade como um todo aposte no afeto para encontrar soluções para as questões sociais. "Só ele salva. Tem uma fala da minha peça [O Topo da Montanha, em que divide o palco com o marido, Lázaro Ramos] em que o Martin Luther King fala que 'o amor é a arma de destruição mais radical que existe'".

Então é isso. Vem da união, de se cuidar. Cuidar um do outro para garantir a nossa sobrevivência”, finaliza ela, uma das cem pessoas negras mais influentes do mundo pela Mipad, iniciativa que premia afrodescendentes de destaque.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!