Violência contra a mulher

Morte da vereadora Marielle Franco gera manifestações de famosos. Entenda:

Thais Alvarenga/Facebook
Marielle Franco em ato do Dia Internacional da Mulher em 2018 Imagem: Thais Alvarenga/Facebook

da Universa, em São Paulo

15/03/2018 08h42

O assassinato da vereadora do PSOL Marielle Franco, morta a tiros na noite da quarta, 14, no Rio de Janeiro, provocou a indignação de famosos que pediram justiça para o caso nas redes.

Camila Pitanga, Bruno Gagliasso, Mayana Neiva, Alinne Moraes, Deborah Secco foram só alguns dos nomes que protestaram contra a violência na cidade, falaram sobre a atuação política de Marielle e exigiram esclarecimentos sobre as circunstâncias do crime contra a vereadora, conhecida por denunciar abusos cometidos por policiais.

Veja também

Quem era Marielle Franco?

Quinta representante mais votada a ocupar uma cadeira na Câmara Municipal da capital fluminense nas últimas eleições, Marielle era também presidente da Comissão de Defesa da Mulher na casa. Além disso, ela era também uma das quatro relatoras da comissão que monitoraria a intervenção militar no Rio de Janeiro. 

Negra e homossexual, Marielle militava pelos direitos da população negra, da mulher e da comunidade LGBT. Socióloga de formação pela PUC-Rio, era mestre em Administração Pública pela Universidade Federal Fluminense — onde estudou a atuação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) nas comunidades cariocas.

Ela cumpria seu primeiro mandato na carreira política. Antes de se eleger, no entanto, Marielle já havia assessorado o deputado estadual Marcelo Freixo, na Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa.

Famosos relembram Marielle

Onde nos perdemos? Onde está a nossa Liberdade e segurança? #mariellefranco não foi a última!

Uma publicação compartilhada por Luiza Brunet (@luizabrunetoficial)

em

Que honremos sua história. Sua memória.

Uma publicação compartilhada por Deborah Secco (@dedesecco)

em

Marielle Franco. Luto mas em luta. #mariellefrancopresente #mariellefranco

Uma publicação compartilhada por Mayana Neiva / Buda Rebelde (@mayananeiva)

em

absurdo. luta é o feminino do luto #mariellefranco

Uma publicação compartilhada por ??PITTY?? (@pitty)

em

"Eu vejo o futuro repetir o passado". Teu sangue não será em vão, Marielle. #luto #mariellefranco

Uma publicação compartilhada por Ícaro (@icsilva)

em

“Quantos mais vão precisar morrer pra que essa guerra acabe” Marielle Franco. #mariellefrancopresente

Uma publicação compartilhada por Nanda Costa (@nandacostareal)

em

Marielle Franco - PRESENTE.

Uma publicação compartilhada por Maria Casadevall (@mariacasadevall)

em

Marielle Franco, quanta tristeza, que coisa brutal essa morte.

Uma publicação compartilhada por Isabel Wilker (@i.wilker)

em

Marielle. mulher. negra. lésbica. ativista. queria ter te dado mais que um voto. queria ter te abraçado e sentido sua força. falamos por mensagem esses dias, sobre o seu artigo no Le Monde. “espero que goste”, você disse, “o novo sempre vem!!!”. e eu respondi que a admiração do lado de cá era grande. e disse pra seguirmos juntas, fortes. mas queria ter dito olhando nos seus olhos, também. você ainda tinha tanto pra consertar por aqui. obrigada pela sua força. obrigada pela sua luta pela paz, contra a corrupção, a favor de um mundo mais igualitário e justo. hoje li a seguinte frase de valter hugo mãe: “aquilo que há de mais valioso deve ser um direito de toda a gente e distribuído por graça e segundo a necessidade.” acho que era nisso que você acreditava. e é por isso que, mesmo devastados com tamanha brutalidade, vamos seguir lutando aqui. que esse assassinato seja investigado incansavelmente, com toda seriedade. descanse em paz.

Uma publicação compartilhada por Alice Wegmann (@alice.weg)

em

Estou chocada estarrecida triste deprimida mesmo. Assassinada com tiros por denunciar a violência do RJ, por denunciar o que acontece dentro da cidade. Tantas pautas e lutas importantes. Eu só consigo chorar por ainda existir num mundo como esse. Blindo e fecho todos os canais que me trazem o medo mas ele está cada vez mais estampado em nossas caras! Por mim, por você, por todos que estão na linha de frente nessa guerra, não vamos nos calar! Via @feminiismo ??? Marielle, tentaram te calar, mas não iremos deixar, vamos para as ruas e gritar a tua voz, você não será esquecida, sua morte, sua vida e sua luta não foram em vão. Galera do estado do Rio de Janeiro, amanhã iremos para as ruas pela Marielle, por todas e todos. #MARIELLEPRESENTE

Uma publicação compartilhada por Carolinie Figueiredo (@carolinie_figueiredo)

em

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Da Universa
Da Universa
AFP
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
AFP
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Bloomberg
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
EFE
Da Universa
Da Universa
Da Universa
BBC
BBC Brasil - Internacional
Da Universa
Da Universa
DW
Da Universa
Da Universa
Da Universa
BBC
EFE
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
BBC
DW
Da Universa
Violência contra a mulher
Da Universa
AFP
Da Universa
EFE
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Topo