menu
Topo

Violência contra a mulher

Forçada a se casar com seu estuprador, mudou lei do casamento na Flórida

Reprodução
Sherry Johnson Imagem: Reprodução

da Universa

11/03/2018 09h59

Aos 11 anos de idade, Sherry Johnson, 56 anos, foi forçada a casar com seu próprio estuprador. Hoje, ela é celebrada como a mulher que influenciou a mudança da lei do casamento no Estado da Flórida, região sudeste dos Estados Unidos. 

Sharon tinha 9 anos quando foi abusada por um diácono da igreja que seus pais frequentavam, 10 anos quando deu à luz ao seu primeiro filho e 11 quando se casou com o abusador. Na época, 47 anos atrás, a igreja pressionou a mãe da pequena Sherry a consentir a união e um juiz a aprovou. Por causa da violência que sofreu, Sherry não foi capaz de frequentar a escola. O estupro ainda a levou a uma série de relações abusivas. 

Veja também

A vítima acabou tendo mais cinco filhos com o então marido até que o casamento deles acabasse, anos depois.

Reprodução
O registro de casamento de Sherry Imagem: Reprodução

Na última sexta-feira (9), Sherry se tornou uma heroína depois que o Senado do Estado da Flórida aprovou um projeto de lei que proíbe o casamento para qualquer pessoa com menos de 17 anos. Ela lutou por seis anos até que o projeto fosse aprovado. "Meu coração está feliz", disse ela. "Meu objetivo era proteger nossos crianças e sinto que minha missão foi cumprida. Isso não é sobre mim. Eu sobrevivi."

"É preciso que uma pessoa conte sua história e mostre a cara para que as coisas comecem a mudar", completou. 

Atualmente, no Estado, os jovens de 16 e 17 anos podem se casar com o consentimento de ambos os pais. Já se uma gravidez está envolvida, não há idade mínima para casar caso um juiz aprove. Uma análise da equipe legislativa da Flórida mostrou que, entre 2012 e 2016, 1.828 licenças de casamento foram emitidas na Flórida para casais quando pelo menos uma parte era menor. Isso inclui uma pessoa de 13 anos, sete de 14 anos e 29 de 15 anos de idade. Em um dos casos, um homem de mais de 90 anos se casou com uma garota de 16. 

Defensores da nova lei dizem que mudar a norma assegurará que nenhuma criança seja forçada a se casar com um homem que a estuprou, mesmo que a engravidasse.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!