menu
Topo

Mães e filhos

Mara Maravilha completa 50 anos e comemora: "Vou ser mãe neste ano"

Chico Felitti

do UOL, em São Paulo

06/03/2018 12h54

Mara Maravilha completa 50 anos nesta terça-feira, 6, mas este não é o único marco que celebra na data. Em entrevista exclusiva ao UOL, a apresentadora — que ficou conhecida nos anos 80 pelo seu trabalho junto ao público infantil — revelou que será mãe.

Ela diz que soube há pouco ter conseguido completar o processo de adoção. "Tratamento eu já descartei. Já fiz, mas não tive êxito. E o processo demora, é burocrático, mas está chegando. Eu tenho certeza que vou ser uma boa mãe".

Veja também

Mara passou por anos de muita papelada e espera para realizar o desejo. Também por isso, a comemoração deste novo ano de vida será especial. Ela fará uma festa que batizou de "50 Tons de Mara" para 300 convidados — e que não vai custar um só real à aniversariante.

"É tudo permuta, não tenho vergonha nenhuma de falar nisso. Os fornecedores estão até brigando".

A apresentadora ainda revelou que a ocasião está avaliada em mais de R$ 500 mil e que "ama ganhar presentes". Para ela, esta é uma das melhores partes da celebração, junto à possibilidade de reunir e encontrar as pessoas que ama. 

"Modestamente, me sinto 'mara'", concluiu ao celebrar nas redes sociais o dia de hoje.

CINQUENTEI Quando jovem, eu tinha medo de ficar velha. Hoje, ‘velha’, um tanto quanto cansada, sinto-me jovem. Pura, risonha, Iluminada. Modestamente, sinto-me mara. Sinto-me, aos cinquenta anos, cansada, porém, mais do que nunca, maravilhosa. Essas hérnias de disco me ensinam a ter disciplina: fisioterapia, acumputura, hidroginástica, alimentação quase 100% vegana, enfim, envelhecer é bastante valioso, exige qualidade de vida. Vamos falar de rugas: bendita invenção do botox e demais recursos estéticos. No entanto, se perdermos o foco da luz, a verdadeira beleza desaparece. Por isso, toda mulher tem que se exigir ser mara. Maravilha porque a história será eternizada com a divina beleza da alma. E o que será a vida? Momentos? Flashes? Ciclos? Capítulos que parecem irônicamente serem repetidos? Por que vale a pena viver? Para achar a convicção da eternidade que só alcançará aquele que aprendeu a perdoar. Aquele que aprendeu a amar. Aquele que aprendeu a ser maravilha. Eu sobrevivi a carência, a fraqueza, a soberba, ao ego. Eu sobrevivi ao instante que se chama vida. É regozijante o prazer de ser mara. Toda mulher é mara. Toda mulher é maravilha. Toda mulher é mara porque é problemática. Ciclo menstrual explica tudo. Toda mulher é maravilha porque tem obrigação de ser uma doce luz. Toda mulher é uma rainha. Toda mulher é mara. Toda mulher é maravilha. Eliemary Silva da Silveira ou Mara Maravilha Seis de março de 2018

Uma publicação compartilhada por Mara Maravilha (@maramaravilhaoficial)

em