menu
Topo

Moda

Ex-eletricista, modelo gaúcho deixou fiações ao ser descoberto em festival

Reprodução/Instagram
O ex-eletricista Rafael Breier Imagem: Reprodução/Instagram

Bárbara Tavares

Do UOL, em São Paulo

02/03/2018 04h00

Natural de Rolante, município no Rio Grande do Sul com pouco mais de 20 mil habitantes, Rafael Breier, 30 anos, deixou de lado os chuveiros, lâmpadas e fiações de sua antiga profissão — a de eletricista — pelas passarelas das semanas de moda internacionais.

Rafael, que nunca teve afinidade com o mundo fashion, cresceu com a mãe comerciante, o pai encanador e o tio eletricista. Quando se formou no ensino médio, fez um curso de eletrotécnica e seguiu na área por cinco anos.

"Sempre ajudei meu pai com o serviço hidráulico. Como mexia com os dois, acabei optando pelo que mais me atraía, que era a eletricidade", relembrou em entrevista ao UOL.

Veja também

"O dia a dia era bom: eu trocava fiações elétricas, instalava redes novas e fazia muitas trocas de chuveiro e lâmpadas. Eu fazia o trabalho com facilidade. As pessoas têm medo de tomar choque, não passam nem perto de um fio elétrico", comentou, entre risos.

O pulo do gato

Com um empurrãozinho do acaso, no entanto, Rafael trocou os fios e ferramentas pelas passarelas.

"Durante as férias, estive com amigos em um festival de música no litoral gaúcho chamado Planeta Atlântida, onde fui abordado por um olheiro. De cara, recusei o convite e não quis dar muita bola, mas algumas pessoas próximas me incentivaram a ir atrás". 

Por muito pouco, a oportunidade não se perdeu para o modelo. Mas ele voltou atrás e deu o pontapé para que sua rotina mudasse drasticamente.

"Resolvi arriscar e, daí em diante, tudo aconteceu muito rápido: em dois meses, eu já estava morando em São Paulo". 

Reprodução/Instagram
Em campanha na Itália Imagem: Reprodução/Instagram
 
Reprodução/Instagram
Para a Ralph Lauren Imagem: Reprodução/Instagram

Mas, o que atraiu um eletricista realizado para o mundo da moda? Segundo ele, a possibilidade de viajar o mundo e conhecer novas culturas.

"Sempre gostei do meu trabalho com elétrica. Se você faz o que gosta, será feliz. Quando optei pela moda, não sabia o que me esperava, mas me identifiquei com a carreira e estou feliz com os resultados".

Até agora, Rafael já acumula no currículo trabalhos em Milão e Paris, campanhas de grifes como Michael Kors e Ralph Lauren, e desfiles para Giorgio Armani, Vivienne Westwood e a alta-costura da Dolce & Gabbana.

Agenciado pela WAY Model, ele mudou-se recentemente para Nova York e, em breve, passará uma temporada em Londres. E o cara que antes nem mesmo conhecia grandes marcas hoje só tem um sonho: "Estrelar uma campanha de perfume".

Para alguma delas, claro.