menu
Topo

Direitos da mulher

Entrevista sexista com a primeira-ministra causa comoção na Nova Zelândia

Matthew Abbott/The New York Times
Imagem: Matthew Abbott/The New York Times

Do UOL

26/02/2018 16h32

Desde que assumiu o cargo de primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern tem sido comparada a mais líderes progressistas pelo mundo, como o canadense Justin Trudeau e o americano Barack Obama. Porém, como mulher, frequentemente passa por um tratamento diferente ao dado para os colegas do sexo masculino.

No último domingo (25), a governante de 37 anos, que anunciou gravidez em janeiro, passou por uma constrangedora entrevista para a TV australiana no programa “60 Minutes”. Entre as falas do jornalista Charles Wooley uma pergunta e uma afirmação foram consideradas sexistas e receberam uma chuva de críticas nas redes sociais dos dois países.

Veja também

AFP
A premiê neo-zelandesa Jacinda Ardern e seu marido Clarke Gayford anunciam gravidez Imagem: AFP

"Há uma pergunta política realmente importante que eu quero perguntar a você: quando exatamente nasce seu bebê?”, disse o jornalista. E mais tarde: “Já conheci muitos premiês na minha vida, mas nenhum tão jovem, muitos não tão espertos e nenhum tão atraente”.

Segundo a imprensa oficial, Jacinda não considerou a entrevista ofensiva, mas considerou a pergunta sobre seu bebê “um tanto invasiva”.

O jornalista, por sua vez, disse que ficou surpreso com a repercussão de suas falas e disse que “não é um tempo bom para ser jornalista” e apontou as críticas como fruto de “diferenças culturais” entre os dois países.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!