menu
Topo

Carreira e finanças

Se o 'BBB' fosse um processo seletivo, alguém conseguiria um emprego?

Reprodução/TvGlobo
Ana Paula ouve o anúncio do terceiro paredão do "BBB18" Imagem: Reprodução/TvGlobo

Heloísa Noronha

Colaboração para o UOL

22/02/2018 04h00

Para a consultora Madalena Feliciano, diretora de projetos da Outliers  Careers, de São Paulo, e presidente do IPC (Instituto Profissional de Coaching), a resposta à pergunta do título desta reportagem seria não.

Segundo a especialista, as qualidades que os jogadores vêm apresentando no reality show acabam sumindo diante de comportamentos nocivos, como manipulação, mania de fofocar, autoritarismo e até mesmo alegria em excesso.

Madalena diz que, segundo pesquisas recentes, mais de 70% das demissões atuais acontecem devido a falhas comportamentais. “De que adianta um funcionário cumprir prazos e desempenhar as tarefas com competência se apresenta atitudes tóxicas?", questiona ela.

Veja também

"Em momentos de crise ou de reorganização, são as pessoas que contaminam o ambiente que acabam sendo escolhidas para sair”, diz a consultora. Portanto, se o "Big Brother Brasil" (Globo) fosse uma empresa e o prêmio de R$ 1,5 milhão de reais um cargo de prestígio, dificilmente, alguém o conquistaria. Veja a seguir o porquê.

Ana Clara

Divulgação/TV Globo
Ana Clara do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

É uma participante que tem crescido conforme avançam as etapas do “processo seletivo”, ou melhor, do jogo. Sua justificativa para mandar Nayara para o paredão, por exemplo, foi muito bem colocada. Ela sabe se expressar e se mostra madura ao expor certas ideias, competências bem-vindas em qualquer cargo.

Porém, de vez em quando, mostra-se rebelde e arredia, de humor oscilante, e se solta de um modo não muito legal nas festas. Sabe aquela pessoa que sempre perde a linha nas festinhas da firma? Então…

Ayrton

Divulgação/TV Globo
Ayrton do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

Por ser mais velho, o pai de Ana Clara se acha o sábio. Em alguns momentos, a experiência de vida até faz a diferença. A idade, no entanto, nem sempre é acompanhada de maturidade e inteligência emocional.

Volta e meia, ele mete os pés pelas mãos e lança comentários infelizes e faz brincadeirinhas bestas. Assim, é tido como aquele típico tiozão mala, um tipo pouco apreciado nas empresas e que, em algumas circunstâncias, é até mal compreendido.

Ana Paula

Divulgação/TV Globo
Ana Paula do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

Não foi à toa que foi eliminada logo no início do programa, com altos índices de rejeição. Embora tenha vencido Mara no primeiro paredão, porque o público achou que ela renderia mais no programa, a bruxinha se mostrou aquela pessoa que, pouco a pouco, vai contaminando o ambiente: manipuladora, dona da razão e falastrona.

Breno

Divulgação/TV Globo
Breno do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

É aquele sujeito que busca viver o momento e não antecipa muito as situações. Essa mania de desprezar a importância do futuro soma pontos contra. É também um tantinho vaidoso e infantil, já que, em certos momentos, parece mais querer se exibir e provar a si mesmo que é o tal (garanhão, bonitão, disputado) do que se concentrar no que de fato importa, o jogo (ou o trabalho).

Caruso

Divulgação/TV Globo
Caruso do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

Até o momento vem se mostrando uma espécie de “ogro do bem”. O jeitão grosseiro e o linguajar adolescente podem causar antipatia –e boa impressão, em certas situações da vida, faz toda a diferença.

Diego

Divulgação/TV Globo
Diego do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

Estrategista, o brother não tem medo de expor opiniões e não se deixa levar por fofoquinhas e tentativas de manipulação. No entanto, às vezes, é debochado e venenoso além da conta.

Gleici

Divulgação/TV Globo
Imagem: Divulgação/TV Globo

Tida como uma das favoritas a abocanhar o grande prêmio, é calma, humilde e direta. No entanto, segundo Madalena Feliciano, é uma participante que vem agindo de forma muito lenta dentro do jogo. “Será que o mercado de trabalho tem esse tempo todo?”, compara a especialista.

Jaqueline

Divulgação/TV Globo
Jaqueline do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

A eliminada na segunda semana cometeu um erro grave, capaz de ceifar sonhos e chances tanto no mercado de trabalho quanto na vida: prometeu algo e depois não cumpriu. No caso, o colar do anjo para Mahmoud.

Jessica

Divulgação/TV Globo
Jessica do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

Assim como Paula tem um lado sedutor que não hesita em usar para se beneficiar e ficar imune às tretas. Mas, para Madalena, enquanto Paula é mais focada em seus objetivos, Jessica não mostra sua face "corporativa". Parece que está ali a passeio, curtindo um romance adolescente de verão.

Kaysar

Divulgação/TV Globo
Kayson do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

O sírio é alegre, divertido, brincalhão sem ultrapassar certos limites, relaciona-se bem com pessoas… “Tanta alegria pode despertar a desconfiança alheia e incomodar. É possível alguém ser sempre feliz assim?”, questiona Madalena.

Em uma empresa, será que alguém tão alto-astral seria cogitado para um cargo de responsabilidade? Há controvérsias.

Lucas

Divulgação/TV Globo
Lucas do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

Quer protagonizar o papel de bom moço da casa, mas, na prática, fica em cima do muro e não se compromete totalmente. Além disso, tem um discurso –o de apaixonado pela noiva– que não se alinha à realidade, a paquera com Jessica.

Falta de comprometimento e discurso vazio são elementos que pegam mal em qualquer empresa. Outro ponto contra é que Lucas é vaidoso demais e gosta de elogios, e nem sempre vai ser alvo de confete como espera.

Mahmoud

Divulgação/TV Globo
Mahmoud do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

Inquieto, dramático, impulsivo, explosivo… Mahmoud parece pertencer à turma “do bem”, mas nenhuma empresa está disposta a investir em gente escandalosa e que adora causar, pois esse perfil não parece nem um pouco produtivo. E mais: ignora o senso de coletividade ao desobedecer regras cuja punição acaba resvalando no grupo todo.

Nayara

Divulgação/TV Globo
Nayara do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

É do tipo que gosta de expor as opiniões. No entanto, trata-as como se fossem verdades absolutas. É autoritária, tem um ar de superioridade que incomoda e, da mesma maneira que Lucas, fala uma coisa e age de forma totalmente contrária.

Exemplo: diz ser feminista, mas esquece a sororidade ao tirar sarro de outras participantes com uma certa frequência. Além do mais, tem mania de reclamar demais e agir pouco.

Patrícia

Divulgação/TV Globo
Patrícia do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

Tem como ponto a favor o fato de ser engraçada. Porém, faz a linha “Maria vai com as outras” e não só adora uma fofoca como aprecia aumentar a relevância das histórias que conta.

Paula

Divulgação/TV Globo
Paula do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

É forte e competitiva, fazendo a linha “sangue nos olhos”. Tem determinação e disposição, o que leva a se destacar entre oponentes mais passivos ou que preferem ficar em cima do muro. Entretanto, Paula gosta de usar a beleza e a sedução como armas, o que acaba gerando desconfiança.

Viegas

Divulgação/TV Globo
Viegas do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

Tido como “planta” pelos telespectadores da atração da Globo, de fato, não é muito participativo e não se destaca entre os outros. Como se não bastasse a pouca iniciativa, ainda costuma se irritar quando suas palavras e atitudes são questionadas.

Em uma empresa, corresponde àquele funcionário que não aceita críticas e que reclama todo santo dia da situação, mas não move um dedo para melhorá-la.

Wagner

Divulgação/TV Globo
Wagner do BBB18 Imagem: Divulgação/TV Globo

Pensativo, observador, tranquilo e meio misterioso. Assim é Wagner, que tem uma atitude meio dúbia em relação a Gleice. Em alguns momentos, age como se estivesse interessado nela, em outros, parece que quer usá-la como uma peça do seu jogo.

Esse comportamento pode ser facilmente compreendido, principalmente no meio corporativo (mas dentro da casa, também), como pouco confiável e dissimulado.

Para a consultora Madalena Feliciano, diretora de projetos da Outliers  Careers, de São Paulo, e presidente do IPC (Instituto Profissional de Coaching), a resposta à pergunta do título desta reportagem seria não.

","image":{"sizes":{"personalizado":"","original":"900x506"},"height":506,"width":900,"crops":"1x1;3x4;4x3;9x16;16x9;16x12;80x80;142x100;142x200;300x100;300x200;300x300;300x420;300x500;615x300;615x470;956x500;1024x768;1530x858","src":"http://conteudo.imguol.com.br/c/tvefamosos/53/2018/02/11/ana-paula-ouve-o-anuncio-do-terceiro-paredao-do-bbb18-1518388640003_v2_900x506.jpg","type":"","titulo":"Ana Paula ouve o anúncio do terceiro paredão do \"BBB18\"","credito":"Reprodução/TvGlobo"},"date":"22/02/2018 04h00","kicker":"Redação"}}' cp-area='{"xs-sm":"49.88px","md-lg":"33.88px"}' config-name="universa/universa">

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!