menu
Topo

Casamento

Estilista dá dicas de vestidos para noivas com nanismo assim como Estela

Carlos Rezende/Divulgação
Salete, de 49 anos, posa com vestido de noiva para o estilista Edson Eddel Imagem: Carlos Rezende/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

20/02/2018 10h21

Estela (Juliana Caldas) não subirá ao altar com o negociante português Amaro (Pedro Carvalho), mas seu momento chegará — e ao que tudo indica será com o lapidador de joias, Juvenal (Anderson Di Rizzi) — em "O Outro Lado do Paraíso".

Com experiência na criação de peças para noivas com nanismo assim como a personagem da novela das nove, o estilista Edson Eddel, que atua em São Paulo e Curitiba, explica que a altura da noiva é o que menos importa na hora da confecção do vestido.

Globo/Marília Cabral
Juvenal (Anderson Di Rizzi) e Estela (Juliana Caldas) em cena de "O Outro Lado do Paraíso" Imagem: Globo/Marília Cabral

Veja também

“Uma mulher com nanismo pode, sim, ficar elegante com traje de noiva. Basta valorizar sua silhueta”, afirma Eddel, cujas criações estão avaliadas entre R$ 8 mil (aluguel) a R$ 18 mil reais (compra). Veja como escolher o seu:

O tecido

Eddel explica que não há restrição de material, mas que optar pelos mais leves pode facilitar na estruturação da peça para a silhueta da noiva, como mencionado anteriormente.

Carlos Rezende/Divulgação
Imagem: Carlos Rezende/Divulgação
 

Para não haver erro, peça para que o profissional mapeie o seu corpo. Quem tem o tronco mais longo, por exemplo, fica bem com cinturas mais altas.

O corte

Marcar bem a cintura, aliás, é essencial para dar a proporção correta à peça e deixar as formas do corpo bem definidas no look. Optar por um decote ou transparência no colo arrematam a produção com elegância.

Ainda que não seja impossível optar por saias volumosas, Eddel explica que elas podem não ser a melhor opção para a noiva com nanismo. Além de pesadas, caso não estejam em harmonia com a cintura, podem "blocar" a silhueta, eliminando a fluidez das curvas da mulher sob o vestido.

Pode véu? Sim!

Nada impede a noiva portadora de nanismo de usar véu longo ou cauda longa, conta Eddel. "Basta que seja leve e removível", para não incomodar a noiva ou limitar sua circulação durante a cerimônia ou na festa.

Sob medida

Optar por peças sob medida, de acordo com o estilista, é o melhor caminho para a mulher com nanismo — já que a peça será pensada e preparada respeitando seu corpo. Em seu ateliê, cada modelo é confeccionado artesanalmente e bordado à mão. 

Carlos Rezende/Divulgação
Imagem: Carlos Rezende/Divulgação

“Espero que a personagem Estela ajude as mulheres com nanismo a correr atrás do sonho de se casar de véu e grinalda. Muitas ainda têm dificuldade de encontrar trajes de festa bonitos e adequados ao seu tamanho. Mas a moda está cada vez mais inclusiva. O sonho do casamento não pode ser prejudicado pela altura ou pelo peso da noiva. Toda mulher merece ter seu dia de rainha ao lado de quem ama”, acredita.