menu
Topo

Moda

Ser 'feio' está na moda e tem até agência de modelo se especializando nisso

Reprodução
Ugly Models, a agência de Londres que se dedica aos modelos 'feios' Imagem: Reprodução

do UOL, em São Paulo

17/02/2018 10h33

Em tempos de debates sobre quebra de padrões estéticos, uma agência em Londres rompe com estereótipos e explora o nicho dos "feios". Isso mesmo! Batizada de Ugly Models (modelos feios), ela é especialista em talentos com aparência um tanto incomum, que você não esperava ver em editoriais e passarelas da moda.

Por isso, o casting é recheado de pessoas das mais variadas formas, tamanhos e idades. Tatuagem e piercing também são quase uma constante entre os agenciados. Qualquer detalhe inusitado é bastante aceito.

E não é que tem dado resultado? Designers interessados em levar mais diversidade aos seus desfiles, na Semana de Moda de Londres, que começou nesta sexta (16), procuraram os serviços da Ugly Models. Ao que parece ser "feio" está na moda.

Reprodução
Modelos da agência Ugly Models Imagem: Reprodução
Em entrevista à AFP, o proprietário Marc French descreveu seu negócio como uma "agência de personagens". "Gordo, magro, grande, pequeno... Você pede, nós conseguimos", disse. Como lema da empresa, foi escolhido: "A imperfeição é bonita, a loucura é genial."

Entre os modelos, é possível encontrar ex-jogadores de rugby, soldado aposentado, deficientes físicos e uma jovem modelo de 22 anos que se descreve como "modelo militante imigrante". Se sentir confortável com a própria pele é o que faz deles ótimos personagens para a moda.