menu
Topo

Transforma

Mulheres protagonizam um mundo em evolução

Mulher faz desabafo tocante sobre trabalho doméstico e post viraliza

Getty Images
Imagem: Getty Images

do UOL, em São Paulo

17/02/2018 15h11

A resposta de uma mãe sobre os estereótipos que ela testemunhou quando criança se tornou viral, esta semana, no Facebook. Darla Halyk viu seu desabafo sobre o trabalho doméstico ser compartilhado mais de 10 mil vezes e elogiado por uma série de mulheres que se sentiram representadas nele.

"Eu era uma menina quando percebi que havia uma hierarquia em minha casa", começou dizendo. "As tarefas sempre foram divididas por gênero. Minha mãe limpava, cozinhava e fazia tudo o que era preciso para fazer da nossa casa um lar. Meu pai cuidava do jardim, arrumava o carro e brincava comigo e com meu irmão até não conseguir mais manter os olhos abertos."

Embora ela elogie os dois pelo exemplo, ela revela também que logo começou a notar dentro de casa a enorme discrepância em termos de responsabilidade doméstica. "Minha carga de trabalho era diferente, talvez ainda mais difícil em alguns momentos, mas eu era menina e era o que esperavam de mim", diz. "Eu sentia como se estivesse me afogando quando não conseguia fazer tudo antes de a minha mãe chegar em casa. Mas por que seria essa a minha responsabilidade? Por que sou menina?"

Darla recorda que, apesar de se sentir esgotada ao realizar todo o trabalho doméstico com a mãe, seu pai e seu irmão pouco contribuíam. "Eu passei a vida inteira vendo as mulheres da minha vida carregarem a casa nas costas, enquanto os homens se sentavam e só observavam o que elas faziam. Era normal, o esperado."

Depois de desabafar, ela convidou os seguidores a mudar essa noção tão enraizada e propagada "não só por homens, mas por mulheres também". "Eu quero acabar com o patriarcado para permitir que eu, minha mãe e todas as mulheres acreditem que são capazes de fazer qualquer coisa sem serem rotuladas." Seu desejo é que todas consigam resistir a essas pesadas jornadas de trabalho.

"As mulheres não são loucas, elas estão cansadas. Elas estão exaustas de limpar tudo e cuidar de todo mundo ao longo da vida. Mulheres estão furiosas por não terem sido reconhecidas. Não se trata de os homens começarem a ajudá-las nas tarefas de casa, trata-se de fazê-los enxergar que este tipo de trabalho não é de mulher."

Mais Transforma