menu
Topo

Diversidade

Capixaba é demitido após fazer selfie racista no Carnaval

Reprodução/Instagram
A postagem com mensagem racista e o rosto de Iarley Duarte e seus amigos Imagem: Reprodução/Instagram

Mariana Araújo

do UOL, em São Paulo

15/02/2018 17h34

Um jovem capixaba foi demitido após fazer uma selfie racista no Carnaval. O usuário do Instagram @lucasalmeid4_ — a conta foi removida desde então — postou no Stories nesta quarta, 14, uma selfie em que aparecia ao lado de meninos negros curtindo a festa no centro de Vitória (ES).

Na legenda da imagem, ele diz "vou roubei seu celular" — uma expressão que sugere que, antes mesmo de terminar a frase, o crime já aconteceu. De acordo com o rapaz, sua intensão era recriar um meme que circula na internet. 

Veja também

Os prints circularam nas redes e um dos retratados na imagem, Iarley Duarte, se reconheceu nela e fez um post denunciando o ocorrido. 

A repercussão da queixa de Iarley foi grande: mais de 23 mil likes, quase 12 mil compartilhamentos e mais de 3 mil comentários de repúdio ao preconceito que levaram ao afastamento do autor da postagem de seu estágio em uma empresa de treinamento esportivo na cidade.

"Infelizmente ninguém está livre do racismo e do preconceito", diz ao relembrar que ele e seus amigos foram abordados por Lucas e toparam tirar a foto sem nem ao menos conhecê-lo.

A informação foi dada pelo próprio chefe do rapaz, Fabrício Affonso, que explicou a decisão em um longo post no Facebook."Não nos interessa um funcionário com tal perfil. Nem a imaturidade, nem o Carnaval e nem a bebida é desculpa para o racismo. Nada é desculpa para o racismo", finaliza.

Desde então, Lucas Almeida publicou uma nota de retratação em seu Facebook em que afirma que seu propósito foi o de combater, de maneira irônica, a injustiça e a discriminação social. 

"Sou morador da periferia e sempre me irmanei e engajei nas lutas e causas populares, porque elas dizem respeito à minha condição social e pessoal", escreveu.

Procurado pela reportagem do UOL, Lucas disse estar abalado e sem condições de dar entrevistas. "Peço sinceras desculpas às pessoas que apareceram na foto e a quem mais eu tenha ofendido com meu post no Instagram, reiterando que essa nunca foi minha intenção. Não tenho, não exerço e me oponho a qualquer manifestação de preconceito", disse.

O jovem tentou explicar o ocorrido. "A frase de meu post replica um meme famoso veiculado na internet, que usei para fazer uma referência a mim mesmo - como se percebe pela frase na primeira pessoa do singular. Reconheço agora que a brincadeira foi infeliz, inoportuna e precipitada pelo contexto da imagem, produzindo uma interpretação outra, que eu não pretendia".

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!