menu
Topo

Mães e filhos

Americana vira primeira mulher trans do mundo a amamentar após tratamento

Getty Images
Entenda o caso da americana que se tornou a primeira trans do mundo a amamentar o próprio filho Imagem: Getty Images

do UOL, em São Paulo

15/02/2018 11h48

Uma mãe americana se tornou a primeira mulher trans do mundo a amamentar o próprio filho.

Ao saber que sua parceira estava grávida, mas não tinha interesse em amamentar, a mulher de 30 anos procurou o centro especializado em saúde trans nova-iorquino Mount Sinai Centre for Transgender Medicine and Surgery e submeteu-se a um tratamento hormonal inédito que possibilitou a prática.

Veja também

De acordo com a edição de janeiro do periódico médico "Transgender Health", a paciente — que não teve seu nome divulgado pelos pesquisadores — tomava hormônios femininos desde a sua transição, em 2011. No entanto, ela não havia passado por nenhuma cirurgia de confirmação de gênero ainda, nem mesmo nos seios.

Por isso, os especialistas puderam induzir a lactação pelas primeiras seis semanas da vida do bebê com o auxílio de uma bomba para tirar leite, três vezes ao dia. A mãe então se tornou a única fonte de alimentação do bebê neste período.

Segundo o pediatra da criança, que foi ouvido pelos especialistas em endocrinologia transgênero para o artigo, o bebê se desenvolveu de maneira saudável com os nutrientes obtidos da mãe.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!