menu
Topo

Casa e decoração

Interruptor, controle e outros itens que deveriam ser limpos com frequência

Getty Images
Você costuma higienizar a torneira do banheiro ou só a pia? Imagem: Getty Images

Claudia Dias

Colaboração para o UOL

14/02/2018 04h00

Muitos itens e até espaços da casa costumam ser esquecidos na hora da limpeza. Tais cantinhos podem acumular não só sujeira, mas também vírus e bactérias. Confira abaixo tudo que deveria ser limpo com frequência:

Torneira de banheiro

Antes de sair do banheiro você sempre lava as mãos, certo? Mas até abrir a torneira, é bem possível que tenha entrado em contato com um monte de bactérias que ficam ali. Para limpá-la bem, use vinagre branco (6% de ácido acético). Dilua um pouco do produto em água e passe um pano molhado na mistura sobre a maçaneta. Repita pelo menos duas vezes por semana.

Veja também:

Teclado de computador

Confesse: foram vários os lanchinhos feitos na mesa de trabalho, não é? Sem contar o pó que fica acumulado ali. Para limpar o teclado, vire-o para baixo, chacoalhe (ou dê umas batidinhas) para retirar farelos e pequenas sujeiras -- pode usar também um secador na temperatura fria. Depois, espalhe um pouco de álcool sobre um lenço de papel e passe sobre o teclado.

Controle remoto

O acessório passa de mão em mão o tempo todo, permitindo que muitas bactérias se alojem entre os botões. Para limpar, faça o mesmo procedimento do teclado: vire o controle para baixo, dê uma chacoalhada para eliminar ciscos e afins e, depois, passe um lenço de papel umedecido com um pouco de álcool.

Interruptor de luz

O interruptor, bem como o espelho de proteção, ficam bem sujinhos com o constante liga-desliga da iluminação da casa. Pano úmido pode ser suficiente para eliminar a poeira superficial, mas só um cotonete molhado com uma mistura de água e sabão pode tirar a sujeira ao redor. Importante: desligue o padrão de energia para não correr risco de choque, já que vai usar líquido.

Exaustor da cozinha

A gordura acumulada no exaustor causa cheiro desagradável, além de formar aquelas gotas escuras que podem acabar caindo na comida, contaminando-a. Para limpar, aposte em produto desengordurante, aplicado em esponja. Ao final, passe papel-toalha para retirar excessos. Faça essa limpeza uma vez por mês.

Trilho do boxe do banheiro

Nos preocuparmos em deixar vidros limpos, mas é bem importante prestar atenção nos trilhos do boxe, pois ali acumula-se gordura corporal, o que acaba favorecendo a proliferação de bactérias. Com ajuda de uma escovinha, limpe os trilhos com detergente neutro e água. Vale usar também uma escova fina e comprida, dessas de limpar mamadeira de bebê, para ajudar no encontro das folhas de correr do boxe. Para finalizar, aplique água sanitária pura sobre o trilho e deixe agir por 5 minutos. Ao final, enxágue.

Filtro do ar-condicionado

Principalmente em casa de alérgicos, é muito importante não se esquecer deste item. A limpeza pode ser chata, mas necessária: retire o filtro e lave-o com uma mangueira de jardim ou no tanque. Pode usar detergente neutro incolor. Ao final, é só deixar secar.

Caixa sanitária

Não é apenas o interior e a parte externa do vaso sanitário que precisam ser higienizados. A caixa, que fica atrás de muitos equipamentos, também tem de receber atenção. O cuidado é bem fácil: basta abrir a tampa e despejar 100 ml de água sanitária. Deixe agir por 1 hora e, nesse período, não use o vaso.

Estrado da cama

A madeira que sustenta o colchão também costuma acumular muito pó. Passe uma flanela, prestando atenção para deixar tudo limpinho -- e pronto. Os alérgicos da casa agradecem!

Ralo e sifão

Os orifícios, na pia e no chão, acumulam gordura corporal, fios de cabelo, pelo de barba e outras sujeirinhas que pedem limpeza constante. O bom e velho arame ajuda a eliminar o acúmulo "físico". Recomenda-se jogar um balde de água em cada ralo, seguido por algumas gotas de água sanitária, toda semana. Para limpar o sifão, use produtos à base de soda cáustica quando perceber que a água está demorando demais para descer ralo abaixo.

Chuveiro

Com o passar do tempo, a ducha acumula resíduos internos, que tampam os buraquinhos por onde passam a água, diminuindo a vazão. Para reverter isso, providencie um saco plástico resistente, grande o suficiente para "encaixar" o chuveiro dentro dele. Coloque vinagre branco no saco, um tanto que permita ao líquido cobrir toda a boca da peça. Amarre com elástico forte ou barbante até que o saco com o vinagre fique preso. Deixe o chuveiro mergulhado no líquido de um dia para o outro. Na manhã seguinte, retire a embalagem e ligue o chuveiro para eliminar o restante do vinagre.

Batente e porta

Tal qual um quadro, o batente acumula pó na parte superior, geralmente invisível aos nossos olhos. A porta em si também acumula muita sujeira, de tanto colocarmos as mãos sujas nelas. Ou seja, na limpeza semanal, não se esqueça de tirar o pó e passar pano úmido nessas estruturas, ok?

Rodapé

No dia a dia, acumula bastante poeira, o que pede espanada frequente e, de vez em quando, pano úmido, quase seco.

Getty Images
Imagem: Getty Images

Esponja de louça

Taí o item com maior quantidade de bactéria de toda a cozinha. Além da recomendada troca semanal, indica-se uma limpeza diária na esponjinha, para matar as bactérias que se acumulam. Três sugestões para o processo: 1) ferva a esponja: quando a água entrar em ebulição, coloque o item, espere de 3 a 5 minutos e desligue; 2) misture 1 litro de água e 2 colheres (sopa) de água sanitária e mergulhe a esponja ali por 10 minutos; 3) limpe-a, umedeça bastante, envolva em papel-toalha, coloque sobre um pires e leve ao micro-ondas por 2 minutos, em potência máxima -- cuidado que sairá bem quente.

Pano de pia

O paninho usado para limpar e enxugar a pia, que muitas vezes fica parado ou amontoado ali, na superfície úmida, chega a ter 1 milhão de bactérias a mais do que o tampo do vaso sanitário de um banheiro público. O primeiro passo é desinfetá-lo. Se for branco, mergulhe-o em 2 colheres (sopa) de água sanitária dissolvida em 1 litro de água por 10 minutos; se for colorido, use desinfetante doméstico, sem odores. Depois, enxágue e só então coloque-o na máquina de lavar, para não contaminar nenhuma peça extra. Por último, passe-o a ferro bastante quente.

Fontes: Margô Belloni, personal organizer; João Pedro Lúcio, técnico de serviços da rede Maria Brasileira; Renato Ticoulat, o Senhor Limpeza, diretor executivo da JAN-PRO e fundador da Limpeza com Zelo; Roberto Martins Figueiredo, biomédico, o Dr. Bactéria.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!