menu
Topo

Casamento

Casamento real é adiado para 2020 por falta de tempo da noiva-princesa

Shizuo Kambayashi/ Reuters
A princesa Mako com seu noivo Kei Komuro, durante entrevista à imprensa para anunciar o noivado Imagem: Shizuo Kambayashi/ Reuters

Do UOL, com agências

07/02/2018 11h11

A princesa Mako do Japão, neta mais do imperador Akihito, adiará seu casamento previsto para novembro até 2020, por uma suposta falta de tempo para os preparativos, informou nesta terça-feira a Agência da Casa Imperial. Mako e seu noivo, Kei Komuro tinham previsto se casar em 4 de novembro em Tóquio.

"A princesa se deu conta de que não há tempo suficiente para os preparativos", disse a Casa Imperial. Mako é a filha mais velha do príncipe Akishino, segundo filho do imperador e segundo na linha sucessória ao trono do após o príncipe herdeiro Naruhito.

Veja também

Japão estava em festa

A data do enlace foi anunciada em novembro, meses depois de o casal de 26 anos ter anunciado o compromisso entre um grande rebuliço midiático no Japão.

Antes do casamento, o casal tinha previsto formalizar o compromisso em 4 de março através do rito tradicional do "Nosai no Gi", uma cerimônia parecida com um noivado, na qual se faz uma promessa de casamento perante os pais da namorada.

Casou, perdeu

Este casamento reabriu o debate sobre a necessidade de reformar a norma regida na Casa Imperial nipônica desde 1947, que estabelece que as mulheres perdem seu status de realeza ao se casar com um homem que não possui sangue real, algo que reduziu substancialmente o número de seus integrantes.

(Com EFE e AFP)