menu
Topo

Universa

Noivos vendem cerveja para juntar dinheiro para casar (e começaram bem)

Vladimir Maluf/UOL
Imagem: Vladimir Maluf/UOL

Vladimir Maluf

Do UOL

04/02/2018 14h14

Em meio à multidão de ambulantes vendendo bebida nos blocos de Carnaval, um jovem casal chama a atenção por dois detalhes: ele pendurando um cartaz dizendo "nos ajude a casar", ela usando um véu. 

"Tem cerveja, catuaba, água, refrigerante e até gliter", lista Nayara de Sousa Rodrigues, de 25 anos. Ela é assistente jurídica e está estudando para passar na OAB. O noivo, estudante de engenharia, é Yuri dos Santos Silva, de 21.

"Juntamos os nossos salários e investimos tudo nas bebidas", diz ele. Foram gastos R$ 1.400, mas eles já repuseram R$ 600, só ontem, do que torraram. 

O dinheiro é para a festa e para a construção da casa em Osasco, onde moram, explica Nayara. "O casamento vai custar uns R$ 15 mil. Como meu sogro é pedreiro, não vamos gastar com mão-de-obra, mas o material sai uns R$ 25 mil". O terreno eles já têm (foi presente do sogro, também)

Vladimir Maluf/UOL
Os potinhos de gliter custam R$ 5 Imagem: Vladimir Maluf/UOL

"A gente pretende ir a todos os eventos de São Paulo: Parada LGBT, manifestações, tudo... O Yuri está vendendo roupas para arrecadar mais". 

Como eles se conheceram no dia da Independência, há dois anos e meio, marcaram a data do casório para o aniversário de quatro anos juntos, na Igreja São José do Ipiranga.

"O sonho de casar é dos dois. Somos católicos. E queremos ter dois filhos", conta a noiva. 

 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa