menu
Topo

Universa

Contra assédio no Carnaval, projeto distribui tatuagens temporárias

Reprodução @leandraleal
Leandra Leal aderiu às tatuagens Imagem: Reprodução @leandraleal

Do UOL

04/02/2018 20h13

Com a intenção de combater o assédio durante o Carnaval, um grupo de amigas do Rio de Janeiro organizou uma campanha para distribuir tatuagens temporárias e gratuitas com mensagens claras contra  mãos bobas e "elogios inconvenientes" de alguns homens: não é não!

"Parece óbvio. Mas infelizmente as mulheres ainda precisam repetir constantemente. Não é não. É mais que uma frase ou um grito de guerra. É a criação de um escudo que empodera a mulher. Devolve a ela o direito ao próprio corpo e o poder de fazer com ele o que bem entender", diz o manifesto do grupo que consegue ofertar gratuitamente as tatuagens por causa de um financiamento coletivo feito na internet.

Veja também

Detalhe importante: os adesivos são distribuídos apenas para mulheres, as que de fato mais sofrem com violência sexual em qualquer lugar do mundo. 

Para este Carnaval, a expectativa do grupo é que quatro mil tatuagens temporárias sejam distribuídas em blocos de rua nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Olinda e Salvador. Famosas como Leandra Leal e Marina Person aderiram às tatuagens e as exibiram no desfile do bloco paulistano Acadêmicos do Baixo Augusta, que saiu neste domingo, 4. 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa