Relacionamentos

Como terminar um relacionamento sem que o 'ex' vire um inimigo

Getty Images
Fuja de clichês como 'o problema sou eu, não você'; a intenção pode ser boa, mas não alivia nada para quem foi dispensado Imagem: Getty Images

Carolina Prado e Letícia Rós

Colaboração para o UOL

02/02/2018 04h00

Tomar a iniciativa de terminar um relacionamento, mesmo que esteja ruim, nunca é fácil. A história construída juntos, o afeto envolvido e até o fato de estar acostumado à pessoa são alguns dos complicadores. Mas, uma vez a decisão tomada, há maneiras de conduzir o término sem que a outra pessoa fique com raiva de você. Veja estratégias a seguir.

1. Prepare o terreno

Ao conversar, lembre a pessoa de que o relacionamento já não está bem há muito tempo (se for esse o caso) e que o fim só estava sendo adiado por acomodação ou mesmo dependência emocional. Cite exemplos dos momentos ruins. Mostrar o cenário de maneira mais ampla reduz a sensação de receber uma notícia que não se esperava.

Veja também:

2. Escolha um momento “certo”

Terminar em um momento delicado da vida do outro (se ele acabou de perder alguém querido ou um emprego, por exemplo) não é legal e vai piorar ainda mais a situação entre vocês. Claro que nenhum momento será o ideal, mas, se a outra pessoa estiver um pouco mais fortalecida, melhor.

3. Evite brigas

Uma vez tomada a decisão, mantenha a calma ao conversar. O ideal: diálogo honesto, empático, direto ao ponto e que mostra os seus reais sentimentos. Não é para apontar o dedo. Tem gente que usa da estratégia de fazer o outro sentir raiva, para que o término seja mais “fácil”. Mas fica a dica: isso é muito desrespeitoso. Se a pessoa se exaltar, dê um espaço para ela voltar a si e conseguir conversar novamente.

4. Fuja dos clichês

“O problema sou eu, não você”. “Mas a amizade fica, não é?”. Apenas não diga. A intenção até pode ser das melhores, como tirar a “responsabilidade” do término da outra pessoa, mas são colocações batidas demais para cumprirem a função de confortar em um momento essencialmente desconfortável. Melhor aceitar que a situação é incômoda e dizer apenas o necessário.

5. Não reforce a vitimização do outro

Tome cuidado para não ceder, caso o parceiro faça drama. Voltar atrás por pena e, depois, seguir infeliz, tentando terminar outras vezes, pode gerar infelicidade aos dois. Então, antes de tomar qualquer atitude para colocar um fim na relação, esteja seguro da decisão. Só assim seguirá em frente, mesmo diante do sofrimento de quem você já amou.

6. Dê espaço para o outro

Você pode se preocupar com a reação do “ex” e querer saber se ele está sofrendo. Mas é bom dar um tempo e espaço para ele digerir o que aconteceu. Não precisa ligar, chamar no WhatsApp ou mandar mensagens no Instagram. O espaço é importante para vocês entenderem melhor os sentimentos e colocarem as ideias no lugar.

7. Evite forçar a amizade

Claro que vocês podem ser ótimos amigos após o término da relação. Mas, para isso acontecer, leva tempo. Mesmo que você não queira perder a amizade, evite falar logo de cara sobre isso, porque pode, sim, causar mais dor.

8. Questões práticas vêm depois

Deixe para falar sobre finanças (como pensões e divisão de bens) em um segundo momento. Por agora, basta esclarecer a situação emocional e, aos poucos, ir acertando detalhes. Se vocês têm filhos, essa hora também é para pensar em alternativas que sejam boas para o casal e para as crianças, para que não sofram tanto.

Fontes: Ana Claudia Vajda, psicóloga cognitiva, especialista em casais, e Yuri Busin, psicólogo e diretor do Centro de Atenção à Saúde Mental, em São Paulo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Blog da Regina
Blog Luciana Bugni
Da Universa
Da Universa
AFP
Blog da Regina
Blog Deu Match
Da Universa
Da Universa
Blog Deu Match
Blog Luciana Bugni
ANSA
Blog Deu Match
Blog da Regina
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Blog Deu Match
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Blog Luciana Bugni
Da Universa
Da Universa
Blog da Regina
Blog Deu Match
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Blog da Regina
Da Universa
Da Universa
Blog Deu Match
Blog da Regina
Blog Luciana Bugni
Da Universa
Blog da Regina
EFE
Blog Luciana Bugni
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Blog da Regina
Da Universa
Blog Deu Match
Da Universa
Blog Luciana Bugni
Da Universa
Blog Deu Match
Blog da Regina
Topo