menu
Topo

Sexo

A sós ou a dois: 12 truques para tornar a masturbação mais gostosa

Getty Images
A sós ou a dois, o uso de lubrificante na masturbação diminui o atrito causado pela fricção, fazendo com que a mão deslize melhor pelo genital Imagem: Getty Images

Heloísa Noronha

Colaboração para o UOL

25/01/2018 04h00

A masturbação é um exercício perfeito para conhecer o próprio corpo e também explorar o do par, aumentando a cumplicidade e a intimidade. Para tornar esse momento ainda melhor, inspire-se nas dicas a seguir.

Dicas para os dois

1 - Item obrigatório

Segundo a terapeuta sexual Livia Leite, o lubrificante é um item obrigatório para quem quer se masturbar gostoso ou levar o par ao delírio com o toque. “Ele diminui o atrito causado pela fricção, fazendo com que a mão deslize facilmente pelo genital”, afirma.

Existem vários tipos no mercado, para as mais diversas finalidades: esquentar, esfriar, deixar um gostinho bom para o sexo oral, com efeito de “choquinhos”, entre outros.

Veja também:

2 - Upgrade nas manobras

Investir em acessórios como masturbadores, vibradores e estimuladores é uma boa pedida, tanto para as brincadeiras solitárias quanto para a diversão a dois.

“Não tenha medo ou culpa. Nenhum produto erótico jamais vai substituir o contato sexual com outra pessoa. A vantagem desses aparelhos é que eles podem provocar sensações diferentes, pois conseguem estimular algumas áreas que a nossa mão não alcança ou produzem movimentos que somos incapazes de reproduzir”, explica Livia.
 
Dicas para ele

3 - De baixo para cima

Do ponto fisiológico, o que mantém o pênis ereto é o sangue que vem de dentro do corpo em direção à glande. “Movimentos de baixo para cima potencializam a circulação sanguínea, fazendo com que o órgão se mantenha com um nível alto de excitação”, diz Carla Geane, especialista em artes sensuais e palestrante da INTT Cosméticos.

4 - Cabeça em foco

Com o homem deitado de barriga para cima e com as pernas abertas, quem for masturbá-lo deve se posicionar de frente para ele e fazer dois anéis, levemente apertados, com os dedos, juntando os polegares e os indicadores.

“Posicione-os no centro do pênis e deslize em direções opostas, indo do centro à base do órgão e do centro à cabeça, ao mesmo tempo”, fala Carla.

Essas manobras excitam para valer a glande e o frênulo (também chamado de “freio”), as partes mais sensíveis do pênis.

5 - Simulação realística

Ao se masturbar, o homem pode simular posições que costuma fazer durante o ato sexual. “Isso ajuda a criar resistência muscular, melhorando a qualidade dos movimentos durante a transa”, conta Livia.

Se estiver deitado de costas, ele deve procurar afastar bem uma perna da outra e depois tentar levantá-las um pouco. “Vale ainda tentar de bruços, empinando bem o bumbum, ou em pé, flexionando um pouco os joelhos”, fala a terapeuta.

6 - No chuveiro

O momento do banho também pode ser especial para brincar, principalmente se quem for masturbar se encontrar em pé e se colocar atrás do homem, fazendo movimentos de vaivém no pênis. A sensação será maravilhosa porque ele sentirá o mesmo que sente quando se toca.

7 - Acessório amigo

Para completar a brincadeira, segundo Carla Geane vale a pena investir em um masturbador do tipo “rolling”, que consiste em um tubo siliconado e com textura capaz de fazer uma sucção no pênis. Enquanto o usa, o homem pode ficar com os olhos vendados e a outra pessoa fazer uma massagem sensual.

Dicas para o prazer dela

8 - Da cabeça aos pés

“O corpo feminino é um playground completo. A mulher, diferentemente do homem, tem de ser estimulada dos pés à cabeça sempre, sem preguiça”, declara Clara, que sugere começar a masturbação pelos lábios da parceira.

“O homem deve tocá-los sem pressa, sentindo a textura e o calor, e depois descer para os seios. De preferência, usando um gel de massagem com textura quente”, sugere.

9 - Direto ao ponto, não

Antes de manipular o clitóris, o ideal é que quem for masturbá-la explore os grandes e os pequenos lábios vaginais, esquentando o clima para o momento. A mesma dica pode ser colocada em prática quando a mulher se masturbar sozinha.

“Com uma mão em forma de concha, toque toda a região da vulva, começando pelos lábios externos. Escorregue os dedos pelo lado de dentro da vulva, pelos lados do clitóris, lábios internos, na entrada da vagina e no períneo”, orienta Livia. Só depois se concentre no clitóris.

10 - De olho nas sensações

A velocidade e a intensidade dos movimentos devem ser alternadas, indo de acordo com as respostas do corpo aos estímulos feitos.

“Quando sentir que o clímax se aproxima, a mulher deve manter o movimento constante, até atingir o orgasmo”, aconselha Carla.

11 - Posições apimentadas

Em vez das tradicionais sessões na cama (de barriga para cima ou no chuveiro), a masturbação com a mulher sentada em uma cadeira pode garantir um prazer bem intenso.

Basta sentar bem na beirada e pedir para o par (ou usar os dedos) para explorar cada cantinho da vagina. Outra posição que pode garantir um orgasmo bombástico é a de quatro, inclinando um pouco o corpo e empinando mais a bunda.

12 - Procurando o ponto G

O controverso ponto G, de acordo com alguns especialistas, sequer existe. Mas nada impede que as pessoas se divirtam procurando, certo? Para tentar localizá-lo, a mulher deve introduzir o dedo (próprio ou do par) na vagina, tocando a parede interna a cerca de uns 3 cm ou 5 cm da entrada. Trata-se de uma área levemente elevada e bem sensível ao toque.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!