menu
Topo

Universa

Marcha das Mulheres: Scarlett Johansson critica James Franco por assédios

Getty Images
Scarlett Johansson na Marcha das Mulheres de Washington Imagem: Getty Images

Do UOL

21/01/2018 10h20

Uma das vozes femininas mais atuantes de Hollywood, Scarlett Johansson mostrou que não tem medo de falar abertamente contra acusados de abuso. Durante discurso na Marcha das Mulheres deste sábado, a atriz mencionou indiretamente seu colega James Franco, acusado de assédio por várias atrizes.

Vencedor do Globo de Ouro, o ator foi um dos que apareceu no tapete vermelho da premiação com um broche em apoio ao Time’s Up, manifestações das mulheres contra os casos de abuso em Hollywood. Ontem, Scarlett foi enfática: “Eu quero meu broche de volta”.

Veja também

“Como pode uma pessoa se manifestar publicamente por uma organização que ajuda vítimas de abuso sexual enquanto faz isso com outras pessoas em sua vida privada?”, questionou.
A atriz também relembrou ter sido vítima de assédio, relembrando que aos 19 anos, muitos tentavam tirar vantagem do fato de ela ser jovem e não ter as ferramentas para falar não.

“Não vamos mais nos sentir culpadas de magoar alguém quando algo não parece certo para nós. Eu fiz uma promessa para mim mesma que serei responsável por mim, confiarei nos meus instintos e os respeitarei acima de tudo”, concluiu. 

 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa