menu
Topo

Universa

6 dicas para neutralizar um colega de trabalho chegado em fofoca

Getty Images
Uma das estratégias para lidar com um colega fofoqueiro é só ouvir o que ele tem a dizer, respondendo com comentários genéricos Imagem: Getty Images

Heloísa Noronha

Colaboração para o UOL

19/01/2018 04h00

Envolver-se em fofocas –mesmo que seja só ouvindo– pode prejudicar a sua imagem profissional. Se você já é adepto do estilo discreto no escritório, mas é envolvido pelos linguarudos de plantão em polêmicas, precisa aprender a neutralizá-los. Para tanto, veja as dicas a seguir.

1. Limite-se a ouvir

Apenas ouça. Quando um colega contar para você uma história cabeluda, resista à tentação de querer saber mais detalhes. “É uma armadilha, não caia nessa. Ao escutar, você acaba participando da fofoca também. E, no futuro, pode se tornar alvo de quem veio encher o seu ouvido”, fala a psicóloga clínica e psicoterapeuta clínica Mônica Bayeh.

Veja também

O ideal é se limitar a comentar, em um tom neutro: “Ah, que chato” ou “Puxa, que coisa”. “Comentários pouco cruéis são água fria na fervura, pois têm a capacidade de murchar os fofoqueiros”, diz Mônica.

2. Mude de assunto

Desvie o foco. Quando um colega vier contar uma fofoca, finja que não entendeu e conte uma piada ou fale sobre um assunto que não tem nenhuma relação com o que a pessoa falou.

Vale tudo: o clima, a novela das 21h, o “Big Brother”, o aquecimento global, as últimas peripécias do casal Brumar…

Na pior das hipóteses, o fofoqueiro vai pensar que você está louco ou é um ou chato, e não vai mais encher o seu ouvido com bisbilhotices.

3. Chame testemunhas

Convoque mais gente para ouvir também. Espere a pessoa começar a soltar a língua e a interrompa, dizendo: “Nossa, mas essa história é boa demais!”. Em seguida, com um tom de voz mais elevado, chame os demais colegas –melhor ainda se o chefe estiver entre eles.

“Você também pode avisar que vai postar tudo em uma rede social. Com certeza, a pessoa se sentirá acuada e envergonhada com tanta atenção”, fala o coach Alexandre Prado, presidente da consultoria Núcleo Expansão, no Rio de Janeiro.

4. Invente um mal-estar

Finja um incômodo instantâneo. Pelo rabo do olho ou pelo reflexo na tela do computador, você consegue notar o rei das maledicências se aproximando sorrateiramente da sua mesa? Hora de entrar em ação: faça de conta que tem um inseto sobrevoando sua cabeça, que tem algo pinicando na sua roupa, finja um ataque de tosse ou qualquer outra coisa que possa manter a pessoa bem longe de você.

5. Banque o bem informado

Diga que já sabia de tudo. É uma forma não só de tirar o poder do fofoqueiro, como de amedrontá-lo. Uma maneira de tocar o terror é avisá-lo que o chefe até convocou uma reunião para tratar do assunto e de que o nome dele foi citado, inclusive. Para deixá-lo ainda mais apavorado, emende: “Estranho não chamarem você para essa conversa, não?”. Pode apostar que as fofocas vão cessar.

6. Quebre a corrente da fofoca

Deixe a fofoca morrer na praia. Como? Quebre o ciclo. Jamais leve qualquer tipo de fuxico adiante. O fato de a informação “morrer” com você, provavelmente, deixará a pessoa linguaruda fula da vida. Seus ouvidos vão ficar em paz por um bom tempo.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa