Universa

Perde a hora com frequência? 11 dicas para não se atrasar para o trabalho

Getty Images
Mais uma vez se atrasou? Veja como contornar este hábito que pode prejudicar sua carreira Imagem: Getty Images

Claudia Dias

Colaboração para o UOL

10/01/2018 04h00

Se "desculpe, perdi a hora" é uma frase recorrente na sua vida profissional e os olhares do chefe e dos colegas te reprovam toda manhã, está mais do que na hora de tomar uma atitude para não se atrasar mais para o trabalho.

Mudar de um dia para o outro não é tão fácil, mas que tal seguir essas táticas e fazer as pazes com o relógio?

Veja também

Programe o cérebro

Uma técnica de programação neurolinguística promete ajudar bastante: antes de dormir, feche os olhos e imagine um relógio correndo as horas até o momento exato em que deve acordar. Foque nessa imagem. Depois, pense numa folha em branco e escreva mentalmente: "Eu vou acordar às 6 horas", por exemplo. Repita por alguns dias até que seu despertador mental esteja calibrado.

Mude o som do alarme

Todo mês, troque a musiquinha do seu despertador. Nos acostumamos com o som e, com o tempo, aumentam as chances de ignorarmos o toque, pois já estamos habituados a ele.

Levante mesmo se não tiver descansado o suficiente

Muita gente reclama que o problema está em dormir cedo pois o sono não vem -- o que cria uma bola de neve e atrasa o despertar. A dica é ir para cama quando o cansaço bater, mas levantar-se no horário necessário. Nos primeiros dias, o corpo e a mente vão reclamar. Com o avançar da semana, porém, o cansaço à noite vai te levar mais cedo para cama e, consequentemente, você vai acordar mais cedo.

Respeite o despertador

Levante-se assim que o despertador tocar. A soneca ou aqueles minutinhos que você insiste em ficar a mais na cama podem ser a chave para perder a hora.

Deixe tudo pronto

Arrume as roupas e os objetos que vai usar no dia seguinte ainda na noite anterior. Caso acorde em cima da hora, isso vai te salvar.

Não veja e-mails antes de sair de casa

Muita gente se atrasa porque costuma checar e-mails ou mensagens antes de sair de casa -- e, com isso, acaba perdendo tempo. O ideal é nunca conferir a caixa antes de compromissos. Faça isso só quando chegar à empresa.

Saia mais cedo

Imprevistos no caminho são recorrentes justificativas da chegada tardia. Se você mora longe do trabalho, saia mais cedo para lidar com problemas como o ônibus que demora a passar ou congestionamento. Melhor chegar um pouco antes do que culpar o trânsito sempre, não?

Nada de celular na cama

Quando for para a cama, que seja para dormir. Isso significa deixar de lado celular, tablet e computador. Abandone-os pelo menos 30 minutos antes de deitar. Também desligue a TV e mantenha os aparelhos eletrônicos bem longe da cama. Luz acesa também atrapalha a boa noite de sono -- algo fundamental para acordar mais facilmente pela manhã.

Aposte em aplicativos

Se para alguns a tecnologia pode ser um entrave, também pode ser uma mão na roda para regular a rotina de descanso. Muitos aplicativos monitoram a qualidade do seu descanso e, com o tempo, começam a propor horários de dormir e acordar de modo que você tenha uma boa noite e não sinta cansaço no dia seguinte.

Adiante tudo em uma hora

Crie um condicionamento e defina seu horário de entrada no trabalho como sendo uma hora antes do especificado. E faça todo o ritual matutino respeitando o horário definido. Por exemplo, se sua entrada costuma ser às 8h30, crie uma logística completa como se precisasse estar na empresa às 7h30. Os contratempos que costumam te atrapalhar no dia a dia vão ser absorvidos nessa hora extra.

Não se acomode

Se você costuma jogar a culpa na sua personalidade -- algo do tipo "tenho sono pesado e é difícil acordar pela manhã" --, é hora de reavaliar os recursos que anda utilizando para despertar e não responsabilizar os atrasos por um "problema" seu. Tome uma decisão efetiva e crie formatos mais eficazes para despertar. E pare de desculpas!

 

Fontes: Aristides Brito, coach e diretor do Marca Pessoal Treinamentos; Larissa Grosseli, coach de carreira e negócios; Nelson Vilhena Granado, psicólogo, médico e hipnoterapeuta; Wilma Dal Col, diretora da Right Management, empresa do ManpowerGroup.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo